Rivaldo está a caminho de Portugal

Nem Arábia Saudita, nem México. O destino provável de Rivaldo é Portugal. A negociação com o Porto está bem encaminhada e o acordo deve ser fechado até quarta-feira. O clube português entrou em contato com o staff de Rivaldo na véspera de Natal e ofereceu contrato de um ano e meio.A proposta o fez reconsiderar a intenção de jogar em um clube brasileiro para ficar perto dos filhos - Rivaldinho e Thamirys. O Porto o agrada por vários motivos: joga todo ano a Copa dos Campeões, é líder do Campeonato Português, o clima em Portugal é parecido com o da Espanha (onde jogou seis temporadas), não terá de se preocupar com o idioma e a duração do contrato vai ao encontro aos seus interesses (há dez dias, em sua casa de Mogi Mirim, disse que não gostaria de fazer contrato de seis meses - "Contrato curto é para quem está em fim de carreira, com 37, 38 anos. Tenho 31 e quero assinar por um ano e meio ou dois anos").A contratação de Rivaldo seria em boa hora para o Porto, que acaba de perder o artilheiro Derlei para o resto da temporada - o atacante brasileiro sofreu ruptura dos ligamentos cruzados do joelho direito e só voltará a jogar no segundo semestre. A aposta do clube é de que o pentacampeão volte a ser em Portugal o goleador que era na Espanha e deixou de ser no Milan.O único problema é que não poderá ser aproveitado nesta edição da Copa dos Campeões - o time enfrentará o Manchester United nas oitavas-de-final - por já ter atuado pelo Milan na competição. O craque está em Recife com sua família, acompanhado por Manuel Auset - seu representante espanhol. Foi o próprio Auset quem desmentiu a declaração dada pelo técnico Giba de que Rivaldo já teria até data para estrear no Al Itihad, da Arábia Saudita. "Pode ter certeza de uma coisa: não existe nenhuma chance de o Rivaldo jogar na Arábia, no Qatar, no México ou no Japão. Ou fica no Brasil ou vai para a Europa. Fora isso, é tudo especulação."Giba não foi a primeira pessoa de fora do staff do jogador a falar sobre seu destino profissional. No início do mês, o empresário português Jorge Gama declarou-se "representante" de Rivaldo na Europa e disse que tinha três ofertas de clubes ingleses por ele. Poucos dias depois, o agente Fifa italiano Ernesto Bronzetti - que esteve no Brasil participando da negociação que levou o jogador ao Milan - afirmou que Rivaldo jogaria pelo São Paulo.Nos últimos dias, depois que Juvenal Juvêncio anunciou a desistência do São Paulo, Cruzeiro e Corinthians teriam feito sondagens. Mas, diante da proposta do Porto, as negociações nem chegaram a ser iniciadas. Outro clube que desistiu de Rivaldo foi o Espanyol, de Barcelona. A diretoria sonhava com sua contratação para tentar salvar o time, que é o lanterna do Campeonato Espanhol.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.