Epitácio Pessoa/AE - 2/2/2011
Epitácio Pessoa/AE - 2/2/2011

Rivaldo, Ilsinho, Dagoberto e Alex SIlva ficam fora de treino do São Paulo

Com problemas físicos, eles foram poupados, mas devem jogar no domingo contra a Portuguesa

AE, Agência Estado

08 de fevereiro de 2011 | 16h33

SÃO PAULO - O São Paulo não contou com a presença de quatro dos seus principais jogadores no treino de reapresentação do elenco após a derrota de 2 a 1 para o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, no último domingo, pelo Campeonato Paulista. Foram eles: Rivaldo, Ilsinho, Dagoberto e Alex Silva, poupados da atividade desta terça-feira pela manhã por causa de problemas físicos.

O clube informou, porém, que todos deverão ficar à disposição do técnico Paulo César Carpegiani para a partida do próximo domingo, contra a Portuguesa, às 17 horas, no Canindé, pela oitava rodada do torneio estadual. Entre eles, Rivaldo foi descartado do treino físico desta terça por precaução depois de reclamar de dores na coxa.

Ilsinho, por sua vez, foi poupado do treino por causa de um problema na região anterior da coxa direita, atingida por uma pancada na partida contra o Botafogo. O lateral, inclusive, já participou de uma atividade realizada no campo na parte da tarde, depois de ficar fora da ocorrida pela manhã. Com isso, é nome certo para o jogo de domingo.

Dagoberto, diferentemente de Rivaldo e Ilsinho, ainda causa preocupação. O atacante segue em processo de recuperação das dores no joelho direito que o deixaram fora da partida contra o Botafogo. Ele realizou fisioterapia e fortalecimento na segunda-feira e nesta terça, e na quarta prosseguirá seu tratamento pela manhã antes de ser reavaliado na parte da tarde.

Já o zagueiro Alex Silva, que desfalcou o time nos últimos dois jogos devido a dores no joelho direito, fez fisioterapia e fortalecimento muscular nos últimos dez dias e o São Paulo espera contar com a volta dele no duelo contra a Portuguesa.

"O Alex está liberado pelo departamento médico. Ele fez um teste que não acusou mais o desequilíbrio muscular e agora está na transição entre o Reffis (centro de recuperação física e fisioterápica do clube) e o gramado. Dependendo do que acontecer, poderá até disputar a partida contra a Portuguesa", disse o médico do São Paulo, José Sanchez.

Veja também:

linkVolto ao São Paulo na próxima semana, diz Junior Cesar 

linkCarpegiani volta a adotar estilo de 'Professor Pardal'

linkSão Paulo é eleito 2.º melhor time sul-americano da década

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.