Rivaldo não consta na lista de Parreira

Com o artilheiro Ronaldo e sem o meia Rivaldo, o técnico da seleção brasileira, Carlos Alberto Parreira, divulga nesta terça-feira, às 15 horas, a lista de 22 jogadores para o confronto contra o Paraguai, em Assunção, dia 31, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2006. Apesar de a participação do atacante do Real Madrid ainda não estar certa, por causa de uma contusão na coxa esquerda, o treinador vai chamá-lo porque os médicos do clube espanhol asseguraram que o atleta já estará atuando na próxima semana.Na hipótese de Ronaldo não poder jogar, Parreira já escolheu seu substituto, o atacante Adriano, da Internazionale de Milão, que formaria dupla de ataque com Ronaldinho Gaúcho, do Barcelona. O meia Kaká, do Milan, permanecerá entre os titulares, já que Rivaldo, sem clube, não será chamado.Rivaldo mereceu atenção especial do técnico da seleção e do coordenador-técnico Zagallo que nesta segunda-feira lhe telefonaram para explicar os motivos de sua não convocação. A falta de tempo para treinos, já que o time realizará somente dois, antes da realização da partida, vem desistimulando Parreira a dar uma oportunidade para os meias Edu, do Arsenal, e Mancini, da Roma. "Não é hora de invenção. É hora de convocar os jogadores mais experientes", disse Parreira, praticamente descartando a possibilidade de surpresas na lista.Mas, os nomes de Dida, Cafu, Roberto Carlos, Zé Roberto, Lúcio e Roque Júnior são certos. Outro a ser chamado é o meia Juninho Pernambucano, do Lyon, já recuperado de uma contusão, que o deixou fora da última partida da seleção, contra a Irlanda. Já o lateral-direito Belletti, do Villarreal, está contundido na panturrilha e sua convocação será decidida momentos antes da divulgação da lista. "Esta convocação está sendo marcada por problemas de contusão, de viagens e liberação de atletas", reclamou o técnico da seleção.A seleção desembarca no Paraguai na segunda-feira, dia 29. Alguns jogadores da Europa, que atuarão por seus clubes na rodada de domingo, ainda correm o risco de só chegarem a Assunção na terça-feira, véspera da partida. Com isso, participariam somente do treino de reconhecimento de gramado no estádio paraguaio.

Agencia Estado,

15 de março de 2004 | 20h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.