Rivaldo se apresenta quinta ao Cruzeiro

O meia-atacante Rivaldo defenderá as cores do Cruzeiro na temporada de 2004. O acordo foi fechado na noite de domingo, no Rio de Janeiro, em reunião que contou com as presenças do empresário do jogador, Carlos Arini, do vice-presidente de futebol do clube mineiro, Zezé Perrella, e do técnico Vanderlei Luxemburgo. As bases do contrato não foram reveladas, mas parte do salário será paga pela empresa Energil C, parceira do time.Apesar de Rivaldo ter acertado sua permanência até o final do ano, o contrato terá uma cláusula que prevê a liberação do jogador, a partir de junho, caso surja alguma proposta do exterior, sem ônus para qualquer parte.De acordo com Carlos Arini, a escolha de Rivaldo pelo Cruzeiro - o jogador tinha outras propostas, do mundo inteiro -, deveu-se à sua vontade de trabalhar novamente com Luxemburgo, assim como fizeram no Palmeiras e na seleção brasileira. Além disso, pesou o fato de o time mineiro estar na disputa da Copa Libertadores de 2004."O Rivaldo tinha o interesse de permanecer no Brasil. Como surgiu a possibilidade da transferência para o Cruzeiro, ele não pensou duas vezes. É um clube que tem grandes jogadores, como o Alex, um treinador como o Luxemburgo e está na vitrine do futebol mundial", explicou Carlos Arini.A apresentação de Rivaldo está marcada para a próxima quinta-feira, em Belo Horizonte, na Toca da Raposa II, o centro de treinamento do clube. As negociações começaram há cerca de 20 dias, quando Luxemburgo se reuniu com o jogador. De lá para cá, a diretoria passou a buscar recursos para concretizar a contratação. A opção encontrada foi procurar os parceiros do clube, como a Energil C, fabricante de produtos farmacêuticos que patrocina a equipe e se interessou em explorar a imagem internacional de Rivaldo, que estava sem clube desde dezembro, quando deixou o Milan."Não tínhamos condições de bancar o salário de Rivaldo sozinhos. O Cruzeiro tem um teto, para cada nível de jogar, e o seu salário ultrapassa esse teto. Mas, em conjunto com nossos parceiros institucionais, o acordo foi viabilizado. Vamos bancar uma parte e a Energil outra", revelou Zezé Perrella, que confirmou a saída do atacante Aristizábal.Futuro - Assim como o meia Alex, que renovou seu contrato com o Cruzeiro, por seis meses, vislumbrando uma possível transferência para o futebol europeu, Rivaldo espera voltar a jogar fora do País, com a reabertura em junho do mercado da Europa. "Existe sim essa possibilidade. Tanto que existe uma cláusula no contato que prevê a liberação do jogador. Mas vamos ver como as coisas se encaminharão no Cruzeiro. O Rivaldo terá competições importantes e precisamos aguardar o seu desempenho dentro dessas competições", informou o empresário do jogador.Apesar da possibilidade da transferência, a diretoria aposta na permanência do jogador, principalmente porque o Cruzeiro confia na conquista da Libertadores, que leva o time à disputa do título mundial interclubes. "Vamos oferecer ao Rivaldo condições boas de trabalho. Por isso, além das competições importantes, acho que dificilmente o Rivaldo deixará o Cruzeiro, pois ele tem interesse em permanecer no Brasil. Mesmo que aconteça, a sua liberação, no meio do ano, só acontecerá caso ele receba uma proposta interessante do exterior. Do futebol brasileiro, não", garantiu Zezé Perrella.Passado - O Cruzeiro é o oitavo clube da carreira de Rivaldo. Revelado pelo Santa Cruz, ele ?apareceu? nacionalmente no Mogi Mirim. Depois, passou por Corinthians e Palmeiras. Os títulos e o sucesso atraíram o futebol europeu.Primeiro, Rivaldo foi para a Espanha, onde defendeu o Deportivo La Coruña e o Barcelona. E, finalmente, se transferiu para o Milan, na Itália, mas não se deu bem por lá e, um ano e meio depois, rescindiu seu contrato e voltou ao País. Pela seleção brasileira, Rivaldo coleciona o vice-campeonato mundial da Copa da França, em 98, e o penta, conquistado em 2002, na Coréia/Japão.

Agencia Estado,

05 de janeiro de 2004 | 18h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.