Rivaldo também deixa o Cruzeiro

Depois da inesperada demissão do técnico Vanderlei Luxemburgo, os torcedores do Cruzeiro foram surpreendidos, na manhã deste sábado, na véspera do clássico com o Atlético-MG, com o anúncio da rescisão do contrato do meia Rivaldo com o clube. O próprio jogador comunicou sua saída, em entrevista coletiva na Toca da Raposa II, após se reunir com a diretoria celeste. Ele disse que tomou a decisão em solidariedade a Luxemburgo. "A minha chegada no Cruzeiro, todo mundo sabe, foi através do Luxemburgo, que é uma pessoa que considero muito e tem um carinho especial por mim", destacou. "Não dormi direito, pensando (na demissão do técnico); precisava estar ao seu lado neste momento; foi o treinador que me trouxe para cá".O assessor de imprensa do Cruzeiro, Valdir Barbosa, justificou a saída de Rivaldo afirmando que a decisão do jogador vai de encontro à declaração do vice-presidente de Futebol, Zezé Perrella, que durante a semana disse que "a porta da rua é a serventia da casa" para aqueles que não estivessem satisfeitos no clube. "Se a coisa é boa para as duas partes, técnico e financeiramente falando, de imediato, o Cruzeiro aceita. O assunto está resolvido. Não existe mais nada em termos de rescisão, mas é aquilo mesmo que o Zezé Perrella e o Alvimar (de Oliveira Costa, presidente do clube) vêm falando: Quem estiver insatisfeito, não fica no Cruzeiro", disse Barbosa que, a princípio, descartou a saída de outros jogadores.Rivaldo disse que a sua saída do Cruzeiro foi amigável e descartou eventuais problemas de relacionamento com o grupo celeste. "Sou humilde, sempre vou ser humilde. Foi assim que consegui chegar onde cheguei. Acredito que não tinha nenhum jogador contra mim, contra minha contratação."Futuro - Sobre o futuro, o pentacampeão mundial afirmou que ainda não tem nenhum clube em vista. Principal contratação do Cruzeiro para a temporada de 2004, Rivaldo fez 10 partidas oficiais com a camisa celeste e marcou dois gols. No curto período em que esteve na Toca da Raposa, o meia ofensivo não conseguiu repetir o futebol que o levou a ser titular da Seleção Brasileira nas duas últimas copas.Para a partida deste domingo, o técnico interino Paulo César Gusmão deverá optar entre Guilherme e Jussiê para a vaga de Rivaldo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.