Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Clayton de Souza/Estadão
Clayton de Souza/Estadão

Rivaldo torce por uma final entre Brasil e Argentina na Copa América

Ex-jogador elogia ainda comportamento de Neymar na seleção brasileira e fala da importância de um título para Messi 

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de julho de 2021 | 11h08

Campeão pela seleção brasileira na Copa de 2002 e eleito o melhor do mundo em 1999, Rivaldo afirmou que torce para que Brasil e Argentina se enfrentarem na final da Copa América. O ex-jogador quer ver o duelo entre Neymar e Messi e elogia os dois jogadores que são capazes de levarem suas equipes à decisão.

"Em situação normal, o Brasil já seria um dos grandes favoritos a conquistar a competição pela qualidade de seu elenco. Porém, atuando em casa o time acaba se tornando ainda mais favorito a levar novamente o troféu que já conquistou em 2019", afirmou Rivaldo, entrevista à Betfair.net.

Na sequência, o ex-jogador comentou sobre a obstinação da seleção argentina em conquistar uma taça, algo que não acontece desde 2003. Falou também da importância de Messi ter um título de seleção no currículo, mesmo que não seja uma Copa do Mundo. "Seria muito importante para sua carreira poder vencer algo com a Argentina e eu penso que o time vem atuando bem até ao momento no torneio e com certeza terá suas chances de brigar pelo título."

Sobre Neymar, amigo e ex-companheiro do argentino no Barcelona, o pentacampeão declarou que, apesar das polêmicas, o astro do Paris Saint-Germain é quem assume a responsabilidade nas horas cruciais, tirando a pressão dos companheiros. "Agora, se fala sobre o impacto que ele tem no time e de que modo influencia a atuação de seus companheiros, mas eu considero que ele sempre será um ponto positivo na equipe pois se trata de um jogador super talentoso com o qual qualquer jogador ou treinador gostaria de poder contar do seu lado."

Rivaldo afirmou que com Neymar "as coisas ficam mais fáceis para o Brasil e o próprio time tem mais confiança dentro do gramado por ter um dos melhores jogadores do mundo do seu lado."

Embora em 2019, o Peru tenha surpreendido a todos e chegado à final contra o Brasil, o artilheiro da Copa América de 1999 não imagina outra decisão que não envolva brasileiros e argentinos. Apesar disso, reconheceu que Uruguai ou Colômbia podem trazer perigo para os favoritos. 

Para Rivaldo, vencer o torneio continental é importante para manter a confiança do Brasil até o Mundial do Catar, em 2022. "Com o atual domínio brasileiro é importante manter isso até a Copa do Mundo, pois uma eventual derrota na Copa América irá gerar muitas críticas ao treinador e aos jogadores, aumentando a pressão para o ano que vem."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.