André Lessa/AE
André Lessa/AE

Rivaldo treina e deve reforçar São Paulo no clássico

Meia ficará à disposição do técnico Carpegiani para a partida contra o Palmeiras, no Morumbi

AE, Agência Estado

22 de fevereiro de 2011 | 11h47

Depois de ficar fora das duas últimas partidas do São Paulo por ainda estar recuperando de uma lesão na coxa direita, Rivaldo participou normalmente do treinamento realizado nesta terça-feira pela manhã, no CT da Barra Funda, e deverá ficar à disposição do técnico Paulo César Carpegiani para o clássico do próximo domingo, contra o Palmeiras, no Morumbi, pela décima rodada do Campeonato Paulista.

Além de Rivaldo, o volante Rodrigo Souto e o lateral-esquerdo Junior Cesar, que também se recuperam de lesões, foram as outras novidades na reapresentação do time aos treinos depois da vitória por 4 a 0 sobre o Bragantino, no último sábado.

O clube informou que os três jogadores serão reavaliados durante esta semana e, caso não sintam nenhum tipo de desconforto, ficarão à disposição para o clássico.

Junior Cesar não joga pelo São Paulo desde o ano passado, quando foi submetido a uma cirurgia no tendão de Aquiles. Já Rodrigo Souto foi vetado da partida contra o Bragantino por causa de uma contusão no músculo adutor da coxa direita.

"Como os atletas foram liberados hoje (terça-feira) para treinar com o grupo, eles participarão normalmente dos treinamentos e serão observados pela comissão (técnica). Caso não se queixarem de dores, vão ser liberados para o clássico", afirmou o médico do São Paulo, José Sanchez.

Mas, se Rivaldo, Rodrigo Souto e Junior Cesar aparecem como possíveis opções para o clássico, o atacante Fernandão não treinou com o restante do elenco nesta terça para dar continuidade ao tratamento que realiza por causa de dores no púbis. Com isso, seu aproveitamento no clássico segue em dúvida.

Já o zagueiro Miranda, que foi poupado do treino desta terça pela manhã para fazer reforço muscular, tem presença garantida no confronto diante dos palmeirenses.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.