River será corajoso contra o São Paulo

A delegação do River Plate desembarcará no início da noite desta terça-feira, em São Paulo, cheia de coragem para o jogo desta quarta contra o São Paulo, no Morumbi. O técnico Leonardo Astrada e seus auxiliares dizem que não mexerão nem na escalação nem na forma de jogar da equipe. "Seria uma loucura tirar um jogador que pode desequilibrar na frente para reforçar a marcação", disse o auxiliar Hernán Díaz, ex-lateral do próprio River Plate. A formação habitual do time argentino é muito ofensiva. No meio-de-campo, o único homem especialista na marcação é o futuro corintiano Mascherano. Lucho Gonzalez fecha o espaço pela direita, mas sai muito para o ataque, assim como Zapata pela esquerda. O habilidoso Gallardo joga livre, alimentando os atacantes Marcelo Salas e Ernesto Farías - dois jogadores com boa presença de área. E os laterais avançam muito, principalmente o uruguaio Diogo, que joga pela direita. A equipe deverá entrar em campo com Constanzo; Diogo, Ameli, Tuzzio e Federico Dominguez; Mascherano, Lucho Gonzalez, Zapata e Gallardo; Ernesto Farías e Marcelo Salas. O atacante Daniel Montenegro não virá com a delegação por causa de uma lesão muscular na coxa direita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.