River tem um comandante, literalmente

Todas as manhãs, o major Jaime Oliveira responde pelo comando do Batalhão da Polícia de Trânsito do Estado do Piauí. À tarde, depois das 13h, troca a farda pelo uniforme surrado de treinador e vai a campo orientar os jogadores do River, tetracampeão estadual. A história poderia ser apenas mais uma a entrar para o folclore do futebol nordestino, não fosse um detalhe: Jaime é hoje o técnico mais respeitado do Piauí, mas nem por isso recebe um tratamento diferenciado de seus superiores na Polícia Militar. Leia mais no Jornal da Tarde

Agencia Estado,

15 de julho de 2002 | 09h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.