RN promete arena de R$ 300 milhões para a Copa 2014

Sedes para o Mundial serão definidas apenas em maio do ano que vem; Fifa teria gostado do projeto

AE, Agencia Estado

12 Março 2009 | 15h52

As sedes da Copa do Mundo de 2014 serão conhecidas apenas em maio, mas o governo do Rio Grande Norte se antecipou à decisão e prometeu construir um novo estádio, a um custo de R$ 300 milhões, a ser construído no bairro de Lagoa Nova, acompanhado de um complexo esportivo. Segundo a governadora Wilma de Faria (PSB), a obra não vai ter custos para o Estado.Veja também: Dunga convoca Kaká e Ronaldinho para jogos das Eliminatórias Classificação Calendário / Resultados Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão"Temos um projeto viável economicamente, que será desenvolvido sem que o Estado desembolse um centavo, por meio de Parcerias Público-Privadas. Estamos otimistas em relação ao resultado e esperamos que a Fifa escolha as cidades baseada em critérios e definições técnicas", destacou Wilma.A apresentação do chamado Estádio das Dunas foi feita pelo arquiteto Antônio Paulo Cordeiro, do escritório CDCA, do Rio de Janeiro, em parceria com um escritório inglês. "Trabalhamos com projetos de construção de complexos esportivos em outras cidades e nenhuma delas oferece melhores condições que Natal", elogiou o arquiteto.Segundo ele, o projeto encantou os comissários da Fifa, que estiveram no Brasil no começo do ano para visitar as cidades, por oferecer todas as vagas de estacionamento no entorno do estádio. "A cidade também possui um significativo número de grandes grupos empresariais que já anunciaram que pretendem investir no projeto", explicou Cordeiro.O governo do Estado informou que seis empresas já entregaram carta de intenção para investir no projeto de Natal: a construtora espanhola Acciona (umas das três maiores construtoras da Espanha), a Lusoarenas, empresa portuguesa especializada em gestão de arenas; a construtora paulista Serveng-Civilsan; a francesa Bouygues; o fundo de investimento Inglês Salamanca Management; e a empresa brasileira Valora, especializada na montagem de Parcerias Público-Privadas.A escolha das sedes seria anunciada pela Fifa na próxima sexta, dia 20, mas foi adiada, segundo a entidade, para permitir uma análise mais criteriosa dos projetos das 17 cidades candidatas. As vencedores serão conhecidas na última semana de maio, durante congresso da Fifa nas Bahamas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.