Robert aceita "substituir" Ricardinho

Logo em seu primeiro dia como jogador do Corinthians, Robert disse que está pronto para assumir o lugar de Ricardinho. O ex-meia do Santos foi apresentado oficialmente nesta sexta-feira à tarde, no Parque São Jorge, e se mostrou muito à vontade vestindo a nova camisa. ?Assumir o lugar de Ricardinho não me assusta. O Geninho sabe que eu posso jogar tanto como atacante, partindo com a bola dominada, ou como meia, armando o jogo, como fazia o Ricardinho. Se tiver de substituí-lo, estou pronto." Desde a saída de Ricardinho o Corinthians nunca mais teve outro jogador que pudesse exercer as mesmas funções. Geninho sempre reclamou disso e quase se indispôs com o grupo por causa de sua sinceridade. O meia Renato, que jogou no lugar de Ricardinho várias vezes, nunca aceitou comparações. ?O Ricardinho é o Ricardinho, eu sou o Renato." Jorge Wágner, que fez um bom primeiro semestre e ajudou o Corinthians a conquistar o Campeonato Paulista, também não gosta de ser comparado a ao atual meia são-paulino. ?Minhas características são outras. Sou um meia mais de chegada no ataque." A contratação de Robert foi uma das primeiras indicações de Geninho na sua chegada ao Corinthians, no começo do ano. O meia só não chegou em janeiro porque a proposta do Consadole Sapporo, time da segunda divisão do futebol japonês, era muito boa. Robert jogou sete meses no Japão e fez cinco gols. Só decidiu voltar porque a sua mulher, Adriana, está grávida de quatro meses e teria de ficar outros cinco meses sozinha no Brasil. Os filhos Patrick, de 6, e Júlia, de 10, também queriam voltar. Por isso Robert decidiu ligar para Geninho, reativando as negociações com o Corinthians. ?Eu diria que o interesse foi de ambas as partes." A cerimônia de apresentação, nesta sexta, no Parque São Jorge, foi bem simples. Robert, que chegou do Japão às 6 horas, estava cansado e com sono. Do Aeroporto de Cumbica foi até Santos, levar a família, e voltou em seguida para São Paulo. Passou pelos exames médicos de praxe, fez um teste ergométrico e só às 15 horas começou a entrevista coletiva. Robert, que assinou contrato até 31 de dezembro, falou em ser bicampeão brasileiro jogando pelo Corinthians. ?Esse é meu objetivo." Ano passado, Robert foi campeão brasileiro pelo Santos. Entrou no lugar de Diego na partida final e foi muito bem. Mas não quis falar muito sobre o ex-clube. ?O Santos é passado. Agora sou do Corinthians. Já senti a pressão da torcida corintiana contra, agora quero senti-la a favor." Em seguida, o próprio Robert lembrou que o Corinthians também lhe ?roubou? um título de campeão brasileiro em 1999, quando o meia jogava pelo Atlético-MG. ?Estamos quites. Mas ainda assim eu espero o bi." O Campeonato Japonês está em recesso. Por isso Robert está há 20 dias sem jogar. Mas ele vinha treinando normalmente. Só parou na última semana, quando começou a negociar a sua transferência para o Corinthians. De acordo com o jogador, ele está praticamente pronto para estrear. ?Só preciso fazer as avaliações com o doutor Lotufo neste sábado. Se tudo correr bem, posso estrear no próximo fim de semana."

Agencia Estado,

25 de julho de 2003 | 17h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.