Robert chega para reforçar o Corinthians

O meia-esquerda Robert é mais um reforço do Corinthians. O jogador, que estava no Consadole Sapporo, time da segunda divisão do futebol japonês, aceitou ganhar bem menos para jogar no Corinthians. Robert deve ser apresentado oficialmente sexta-feira pela manhã, no Parque São Jorge, depois de passar pelos exames médicos de rotina e de assinar contrato. A contratação de Robert foi um dos primeiros pedidos do técnico Geninho na sua chegada ao Corinthians, no começo do ano. Sem um meia-esquerda especialista desde a saída de Ricardinho para o São Paulo, Geninho entendia que era fundamental alguém como Robert. O jogador, no entanto, acabou indo para o Japão em troca de uma proposta financeira muito mais vantajosa. Com a chegada de Robert, chegou-se a temer que o Corinthians pudesse desistir da contratação de André Luiz, do Paris Saint Germain, que a princípio deveria jogar na meia-esquerda. Mas o vice-presidente de futebol corintiano, Antonio Roque Citadini, que acompanha a delegação em Salvador, não aposta nisso. "Uma coisa não tem a ver com outra", resumiu o dirigente. Além disso, está em jogo a palavra do presidente Alberto Dualib, que acertou com André Luiz a sua volta ao Corinthians. "Eu mesmo acertei com o André o salário e o tempo de contrato", acrescentou o presidente. Na terça-feira, o Corinthians enviou um ofício ao Paris Saint Germain pedindo agilidade na liberação do jogador, já que as inscrições para o Campeonato Brasileiro se encerram no próximo dia 30. O clube francês também se propôs a pagar parte do salário de André Luiz, segundo afirmou o próprio jogador. Sua contratação, portanto, depende apenas de um documento do PSG sacramentando esse compromisso. Quanto ao atacante Liedson, deve mesmo voltar ao Corinthians até o final da semana. Só não se sabe se o jogador será escalado já no próximo domingo, contra o Grêmio, no Pacaembu. Os dirigentes corintianos conversaram com Liedson hoje, em Salvador. Ficou estabelecido que o jogador deve se apresentar sexta pela manhã, no Parque São Jorge. A diretoria corintiana até ofereceu uma passagem ao atleta para que ele possa retornar a São Paulo com a delegação, amanhã à tarde. Liedson ainda tem contrato com o Corinthians e está inscrito na CBF. De acordo com os advogados do clube, pode perfeitamente ser escalado ´sem riscos´ para o Corinthians. Justamente por isso a diretoria não se assusta com o discurso do presidente do Prudentópolis, João Alberto Ituarte, ameaçando entrar na Justiça Desportiva contra o Corinthians, podendo ir até à Fifa. Ituarte responsabiliza o Corinthians pelo fato de Liedson ter desistido da transferência para o Dinamo de Kiev. "Isso é uma bobagem", responde Citadini. "O Corinthians não interferiu na decisão do atleta. Até liberou o Liedson para viajar à Ucrânia.Agora, se ele não quis ficar por lá, o Corinthians não tem nada a ver com isso. Ao contrário: nós pagamos pelo empréstimo do jogador até 31 de dezembro e temos todo o direito de utilizá-lo". Bahia - O Corinthians volta a campo esta noite para enfrentar o Bahia, em Salvador, a partir das 21h40. O time de Geninho vem de um empate (em Goiás) e uma vitória (sobre o Guarani) e busca outro resultado positivo para se aproximar dos líderes do Campeonato Brasileiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.