Robert e Lenny ganham mais uma chance no Palmeiras

Com o grupo praticamente fechado para o primeiro semestre, o Palmeiras não tem titulares definidos no ataque. Antônio Carlos faz testes à espera de Ewerthon e Lincoln, recém-contratados que não têm data para estrear. Neste domingo, às 19h30, contra o Rio Claro, fora de casa, Lenny e Robert têm mais uma chance para convencer o treinador de que podem ganhar a vaga.

BRUNO DEIRO, Agencia Estado

28 de fevereiro de 2010 | 08h02

Bastante questionado, Robert marcou quatro gols nos últimos dois jogos e amenizou as crítica. Os dois gols na vitória por 2 a 0 no clássico contra o São Paulo, especialmente, deram prestígio ao jogador. Ele se beneficia da carência no elenco de um camisa 9, alguém que fique na área adversária. Na chegada, Ewerthon disse que essa não é sua característica.

Com isso, Robert vai ficando e já é o artilheiro do Palmeiras no Campeonato Paulista, com 5 gols. Lenny, prejudicado por uma série de lesões, tenta manter uma sequência de jogos para se firmar na equipe.

No jogo em Rio Claro, o Palmeiras terá a volta do meia Cleiton Xavier, poupado na goleada por 4 a 1 sobre o Flamengo-PI no meio de semana, pela Copa do Brasil. Já o volante Márcio Araújo sofreu um entorse no tornozelo esquerdo no treino de sexta e não joga.

O provável substituto é Edinho, que marcou um belo gol na vitória sobre os piauienses. "Não sou de fazer muitos gols e esse com certeza está entre os mais bonitos", reconheceu o volante.

No terceiro jogo à frente do time alviverde, Antônio Carlos busca a terceira vitória. Ele projeta uma série de três triunfos para que o time possa volte ao G-4. "Nossa prioridade é fazer três grandes jogos, contra Rio Claro, Santo André e Sertãozinho. Temos objetivos na competição e não nos resta outra alternativa ao não ser vencer".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPaulistãoPalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.