Roberto Carlos admite falta de ritmo e pede tempo

Depois de sentir o cansaço e precisar ser substituído em sua estreia pelo Corinthians, contra o Bragantino, no meio da semana, o lateral-esquerdo Roberto Carlos voltou a sentir a falta de ritmo na vitória sobre o Oeste. Após o confronto deste domingo, o jogador admitiu que não está na melhor forma. E disse que espera recuperar o melhor desempenho aos poucos.

AE, Agencia Estado

24 de janeiro de 2010 | 21h02

"A gente ainda está com a perna pesada, mas pouco a pouco a gente vai soltando", afirmou o lateral, brincando com o cansaço que sentiu em seu último lance na partida, quando correu até a linha de fundo e cruzou na área. "A frequência cardíaca chegou a 400, mas o importante é que aos poucos a gente vai pegando o ritmo de jogo".

Satisfeito com o apoio da torcida, Roberto Carlos também fez questão de comemorar o bom resultado. "Fico feliz em saber que o torcedor veio aqui para apoiar e o time está ganhando os três pontos, que é o que importa agora", afirmou.

Já o volante Edu preferiu elogiar o bom desempenho da equipe. "Creio que fizemos um bom jogo. O Mano mudou muito o time, mas mesmo assim tivemos uma boa média. Estamos indo num bom caminho, quem está entrando no time entra bem e a tendência é melhorar", avaliou Edu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.