Roberto Carlos ainda aposta no título

O lateral-esquerdo Roberto Carlos, do Real Madrid, considera a partida de domingo, contra o Barcelona, decisiva para a definição do Campeonato Espanhol da temporada. "Vencendo no domingo, ainda será possível sonhar com o título. Ficaríamos a seis pontos, ou dois jogos, e na reta final tudo pode acontecer. Depois da rodada do último final de semana muitas possibilidades se abriram. É preciso reconhecer que eles (Barcelona) estão em primeiro e fazendo uma grande temporada desde o início. Neste momento, o que temos de fazer é pressioná-los", disse o jogador brasileiro nesta quarta-feira.Apesar de tentar se convencer que ainda é possível conquistar o título, Roberto lembra que alguns erros da equipe ao longo do campeonato foram cruciais. "Sofremos derrotas que não poderíamos ter sofrido. Os jogos contra Athletic de Bilbao, Deportivo e Getafe são três que poderíamos ter vencido. Fosse assim, não estaríamos falando de tanta diferença em relação ao Barcelona. Os pontos que perdemos em casa são os que nos fazem falta agora". Apesar de tudo, ele destacou o ambiente de confiança. "Depois da vitória em Albacete, a semana está sendo tranqüila; estamos conseguindo trabalhar em paz. O ambiente é tranqüilo e todos estão confiantes que podem derrotar o Barcelona". RONALDINHO GAÚCHO - Além dos erros do Real, o Barcelona se distanciou na liderança por outro motivo, segundo avaliação de Roberto Carlos: o meia Ronaldinho Gaúcho. "Se o Barcelona é líder hoje por uma diferença tão grande, é por causa Ronaldinho Gaúcho. Hoje em dia, ele é o número um do mundo", disse o lateral. Roberto também saiu em defesa de Ronaldo, jogador que, provavelmente, atravessa seu pior momento no Real. Amarga um jejum de gols e freqüentemente vem sendo vaiado pela torcida. "Eu não me preocupo porque a gente vê que ele está tentando se recuperar. Está lutando para isso. O mau momento vai passar, só é preciso ter paciência. Temos de deixá-lo tranqüilo e sem pressão, porque a qualquer momento ele pode decidir o jogo a nosso favor?, afirmou.

Agencia Estado,

06 de abril de 2005 | 10h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.