Roberto Carlos anuncia que deixa o Real ao fim da temporada

O casamento de mais de dez anos entre Roberto Carlos e Real Madrid já tem dada marcada para acabar. Isso porque o lateral-esquerdo brasileiro anunciou na noite desta quinta-feira (horário de Brasília) que deixará a equipe espanhola ao término da temporada 2006/07 do futebol europeu, em junho. A declaração aconteceu um dia após o jogador falhar no primeiro gol do Bayern de Munique - o tropeço por 2 a 1 diante dos alemães sacramentou a eliminação da equipe madrilena nas oitavas-de-final da Liga dos Campeões da Europa."É o momento de mudar. Já falei com o Pedja [Mijatovic, diretor esportivo do clube], com o presidente [Juan Ramón Calderón], e vou embora. Não vou renovar", comentou o ala, que foi apontado pela imprensa espanhola e pela torcida como o principal culpado na queda no torneio continental. "Depois da partida de ontem [quarta], me senti muito mal", comentou à emissora Onda Cero. "Falou-se demais, e é o momento de encerrar minha vida esportiva no Real Madrid"."É um momento delicado da minha vida, estou muito triste. Minha família no Brasil também ficou muito triste. Cheguei em casa às 3h30 da manhã após o jogo, tive uma lesão pela terceira vez no mesmo lugar, e no dia 30 de junho tomo novo rumo", acrescentou Roberto Carlos, lembrando a data que encerra o seu contrato.Essa é a segunda vez, em menos de um ano, que o lateral é responsabilizado por uma eliminação. Na Copa do Mundo da Alemanha, ele foi criticado por ficar fora da área no lance do gol de Henry que eliminou o Brasil diante da França - o jogador estava arrumando o meião naquele momento."É uma decisão minha. Igual a que tomei ao ficar neste ano. Agora decidi ir embora. Tenho mais três ou quatro anos de futebol e quero jogar no mais alto nível. Não sei se será no Brasil, no Catar ou em outro lugar. Não quero enganar a torcida madrilena . É melhor eu ir agora do Real Madrid e pensar um pouco na minha vida", desabafou o atleta, que já revelou que gostaria de atuar no Santos."Tenho 33 anos e não mereço mais sofrer. Vou completar 11 anos nesse clube, e em sete deles conseguimos conquistar muitas coisas. Mas quando perdemos uma partida, toda a culpa cai sobre mim. Tenho uma boa oferta do Fenerbahçe [da Turquia] e passei ao Fabio [Capello]. Ele é o melhor treinador que há, mas aqui tem muita pressão e muitas críticas". Revelado pelo União São João, Roberto Carlos chegou ao Real Madrid em 1996, quando deixou a italiana Internazionale por US$ 7 milhões. No clube espanhol, ele conquistou três vezes a Liga dos Campeões da Europa (1998, 2000 e 2002), dois Mundiais Interclubes (98 e 2002) e três títulos do Campeonato Espanhol (97, 2001 e 2003).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.