Arquivo/AE - 07/10/2009
Arquivo/AE - 07/10/2009

Roberto Carlos revela proposta do Palmeiras por Tardelli

O Anzhi, da Rússia, pede 4 milhões de euros pelo atacante

AE, Agência Estado

20 de dezembro de 2011 | 17h28

SÃO PAULO - O lateral-esquerdo Roberto Carlos, que nos últimos tempos também tem trabalhado como treinador do Anzhi, revelou nesta terça-feira que o clube russo recebeu uma proposta do Palmeiras pelo atacante Diego Tardelli. Segundo ele, a oferta palmeirense chegou aos 4 milhões de euros pedidos para a venda do jogador, mas o negócio ainda não foi fechado.

"Já chegou uma proposta do Palmeiras pelo Diego Tardelli. Nós pedimos 4 milhões de euros e eles chegaram neste valor", contou Roberto Carlos, em entrevista nesta terça-feira à TV Bandeirantes. De acordo com o lateral brasileiro, o Anzhi está disposto a facilitar a saída do atacante, que está infeliz na Rússia e já manifestou desejo de ir embora.

Roberto Carlos avisou que caberá ao próprio Tardelli decidir o seu futuro, ressaltando que, além do Palmeiras, Atlético-MG e um time do Catar estariam interessados no atacante. "Queremos ver o que o Diego quer fazer. Eu quero ver ele jogar bola", afirmou o lateral brasileiro, explicando que ele tem muita influência com o presidente do Anzhi.

Diego Tardelli é a principal aposta palmeirense para reforçar o ataque na próxima temporada. Mas, mesmo já tendo atingido o valor pedido pelo Anzhi, a diretoria palmeirense ainda negocia uma forma de bancar o alto salário do atacante. Enquanto isso, o próprio jogador revelou recentemente que espera definir o seu futuro antes do final deste ano.

Na mesma entrevista desta terça-feira, Roberto Carlos revelou os planos ousados do Anzhi, que já contratou jogadores como o atacante camaronês Samuel Eto''o e espera se tornar uma das forças do futebol europeu. Segundo o lateral, o clube russo fará proposta por dois jovens astros do futebol brasileiro: Lucas, do São Paulo, e Ganso, do Santos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAnzhiRoberto Carlos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.