Sergio Neves/AE
Sergio Neves/AE

Roberto Carlos sonha com vaga na lateral da seleção brasileira

Aos 37 anos, jogador do Corinthians afirma que daria cambalhotas de felicidade se ganhasse outra chance

Fábio Hecico, Jornal da Tarde

10 de abril de 2010 | 11h54

O lateral-esquerdo Roberto Carlos completa 37 anos neste sábado. Como presente, não esconde de ninguém, gostaria de ser chamado por Dunga para disputar a Copa do Mundo da África do Sul, em junho. Novamente jogando futebol digno de quem mereça uma convocação, ele tem mais três jogos pelo Corinthians, todos pela Libertadores, para mudar a opinião do técnico da equipe nacional, que vai anunciar a lista no começo de maio.

 

"Se o fax da CBF chegar à minha casa, darei cambalhotas de felicidade", brinca Roberto Carlos. O jogador, contudo, evita fazer pressão. Prefere que os elogios da mídia comovam o irredutível Dunga.

 

"Sinto-me bem com 37 anos, motivado. Mas é difícil eu chegar e falar que estou no meu melhor momento e o Dunga tem de me chamar. Prefiro deixar que vocês [jornalistas] falem. Não sei se minha experiência serviria, porque a Seleção vem jogando bem. Sei que estou conseguindo jogar bem e isso me dá moral para ser um dos possíveis nomes na Copa."

 

Para o técnico da seleção, no entanto, o grupo está fechado. "Não vai ter surpresa. Cada um mostrou o que pode. Se a Copa do Mundo fosse hoje, os jogadores convocados seriam estes", disse Dunga, em 1.º de março, na véspera do amistoso diante da Irlanda, em Londres.

 

UMA CHANCE

Na verdade, o treinador está, sim, indeciso sobre quem chamar para a lateral esquerda. Em mais de três anos no comando da equipe, Dunga chamou nove jogadores para a posição (André Santos, Gilberto, Adriano, Marcelo, Filipe Luís, Kléber, Juan, Richarlyson e Michel Bastos) e ainda não se convenceu. Chegou até a improvisar Daniel Alves, da direita, na posição.

 

É nessa indecisão que Roberto Carlos se apega para estar em mais uma Copa do Mundo. Seus três "testes decisivos" começam na quarta-feira, diante do Racing, no Uruguai, jogo que pode definir a classificação do Timão às oitavas da Libertadores. Basta ganhar. Depois, ainda jogaria diante do Independiente Medellín, dia 22, no Pacaembu, na última rodada, e faria, provavelmente dia 28, o duelo de ida da fase mata-mata. Dunga deve anunciar a pré-lista de 30 convocados no dia 6 de maio.

 

Autor de três gols em 17 jogos no Corinthians e aparecendo bem como garçom - deu passe para gols de Ronaldo e Dentinho contra o Rio Claro, Roberto Carlos vem recebendo elogios de todos os cantos e ganhou importantes cabos eleitorais para estar no Mundial, como o amigo Ronaldo. "O Dunga tem que chamar os melhores na atualidade. E o Roberto está demonstrando que continua sendo importante para o Brasil."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.