Wilton Junior/ Estadão
Wilton Junior/ Estadão

Roberto Carlos vê Flamengo como exemplo e minimiza importância de Jorge Jesus

Ex-jogador elogia o técnico, mas afirma que qualquer treinador teria os mesmos resultados se tivesse o elenco que o português tem nas mãos

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de março de 2020 | 09h04

O ex-jogador Roberto Carlos acredita que o Flamengo possa ser colocado como um exemplo para o futebol brasileiro graças a sua boa condição financeira e, claro, os títulos. Na opinião do ex-jogador pentacampeão mundial com a seleção brasileira, o poder do clube rubro-negro é tão grande que o trabalho de Jorge Jesus não deveria ser tão idolatrado. Na opinião dele, qualquer treinador teria os mesmos resultados. 

"Treinador não ganha jogo sozinho. Mesmo não sendo o Jorge Jesus, qualquer outro treinador, com esse nível de jogadores que o Flamengo tem, a estrutura, pagando em dia, fica mais fácil conseguir. Jorge Jesus fez um excelente trabalho em seu primeiro ano. Se fosse qualquer outro treinador, chegando com essa estrutura externa, o cara vai colocar em prática. Os jogadores que ganham os jogos, que fazem o trabalho dele", disse o ex-lateral, em entrevista ao canal Fox Sports.

Para Roberto Carlos, o Flamengo deveria servir de exemplo para os demais times do Brasil. "Se todos os times usarem o Flamengo como exemplo, o Campeonato Brasileiro vai ser muito melhor. Se você fizer uma aposta hoje em dia de quem vai ser campeão brasileiro: novamente o Flamengo será o favorito. Ele tem presidente, vice-presidente e diretoria que dá o suporte para os jogadores jogarem bem", comentou. 

Ídolo no Real Madrid, Roberto Carlos também comentou sobre a possibilidade de Neymar defender o time merengue. O ex-lateral disse que, se dependesse de sua vontade, o atacante já estaria no clube madrilenho. "Se dependesse de mim, Neymar já estaria aqui (no Real Madrid) há muito tempo, mas a vida não é como gostaríamos que fosse", disse. "Esses grandes jogadores têm sempre de jogar nos melhores clubes do mundo. O Real é referência para qualquer atleta. Quer ganhar uma Champions? Vem para o Real Madrid", disse. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.