Roberto Cavalo deixa o Bragantino após nova derrota

A crise parece não ter fim no Bragantino. Após a derrota para o CRB por 2 a 0, nesta terça-feira, em pleno estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, pela 20.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o técnico Roberto Cavalo se reuniu com o presidente Marco Chedid e pediu demissão. Agora, a diretoria vai em busca de um substituto para tentar escapar do rebaixamento.

AE, Agência Estado

28 de agosto de 2012 | 23h21

Vindo de cinco derrotas seguidas, quatro com Roberto Cavalo, o Bragantino vê a sua situação ficar complicada a cada rodada que passa. São apenas 15 pontos conquistados em 20 jogos e o time paulista é o 18.º colocado.

Logo depois de mais um tropeço, o treinador disse que não dava mais para continuar no comando e acredita que uma nova mudança na comissão técnica possa dar uma mexida nos jogadores. Um nome que aparece como provável substituto de Roberto Cavalo é o do experiente Vágner Benazzi, com passagens por clubes como Portuguesa, Ponte Preta e Bahia.

"Conversei com o presidente depois do jogo. A situação estava bastante difícil. Foi um resultado ruim e preferi colocar o cargo à disposição para que o presidente tentasse dar uma mexida no ânimo dos jogadores", explicou o ex-treinador.

Roberto Cavalo teve a dura missão de substituir Marcelo Veiga, que estava no comando do time há cinco anos seguidos e acabou deixando o cargo depois de alguns resultados ruins. No entanto, o treinador, que estava no Oeste, de Itápolis (SP), não conseguiu reabilitar o Bragantino e deixou o clube com quatro derrotas em quatro jogos - diante de CRB, Boa, Ceará e Joinville.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoSérie BBragantino

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.