Igor Amorim|saopaulofc.net
Igor Amorim|saopaulofc.net

Roberto Natel desiste de se candidatar à presidência do São Paulo e vai apoiar Leco

Eleição no clube terá apenas dois candidatos: Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, e José Eduardo Mesquita Pimenta

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

14 Fevereiro 2017 | 19h51

Roberto Natel desistiu de ser candidato à presidência do São Paulo. Ele tinha se lançado para o pleito em abril, mas após perde um pouco de apoio com grupos de oposição, optou por sair da disputa e agora vai apoiar o atual mandatário, Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, que busca a reeleição.

O dirigente tinha costurado uma aliança com parte dos grupos oposicionistas e sabia que contava com o apoio de alguns membros da situação. Mas quando viu o lançamento da candidatura de José Eduardo Mesquita Pimenta pela oposição, preferiu sair do pleito e vai seguir o apoio de seu grupo, o Legenda.

Um dos motivos da desistência de Natel é que Abilio Diniz, que apoia a candidatura de Pimenta, gostaria de ver o retorno de Alexandre Bourgeois, que já foi CEO do clube. Segundo disse a interlocutores, não é cabível voltar uma pessoa que mantém ação trabalhista contra o São Paulo - Bourgeois cobra direitos trabalhistas na Justiça.

Apesar da saída da disputa eleitoral, que deve ser realizada na segunda quinzena de abril, Natel não definiu ainda como será sua participação em um eventual mandato de Leco. No momento ele não articulou ser vice do dirigente e garante que vai depender de uma série de acertos. O que se sabe é que, no formato da atual gestão, ele não topa, até porque estava na diretoria e saiu.

Com dois candidatos, o favoritismo fica com Leco, que nesta terça-feira apresentou mais um reforço e sabe que isso ajuda em sua candidatura. "A contratação desses valores (Pratto e Jucilei) coincide com o momento político. Sorte a minha de poder neste momenteo realizar esse sonho de todo torcedor do São Paulo de ver uma grande equipe", comentou. "Evidente que só posso me sentir bem."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.