Roberto troca Ponte por time no Japão

O volante Roberto, considerado um dos jogadores mais regulares da Ponte Preta nesta temporada, definiu na véspera do Natal a sua transferência para o futebol japonês. Ele vai defender o Avispa Fukuoka, que participa da Segunda Divisão. Nada, porém, tira o otimismo do meio campista de 23 anos. "Acho que é um boa oportunidade para guardar um pouco de dinheiro", comemorou.A transação foi fechada por seus procuradores, o ex-zagueiro Wilson Gotardo e Luis Carlini, agente Fifa. Segundo Carlini, "a negociação foi boa para o jogador, que ainda é jovem, é um profissional correto e poderá voltar ao Brasil ainda jovem para buscar novos horizontes". Os valores do negócio não foram revelados, mas o jogador ficará no Japão por 11 meses, devendo seguir no próximo dia 15. A Ponte Preta não ganhou nada com a transação, uma vez que o contrato do jogador acaba nos primeiros dias de janeiro e ele fica com seus direitos federativos.Um dos primeiros desafios de Roberto será sua adaptação. O único brasileiro na equipe é o treinador de goleiros Casagrande, do Rio Grande do Sul. Nos últimos anos poucos jogadores do Brasil estiveram por lá. O último foi o volante Fernando, ex-Palmeiras e Portuguesa e que atualmente defende o Botafogo, do Rio de Janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.