Robgol e estréias agitam Paysandu

A torcida do Paysandu possui três bons motivos para comparecer em massa ao Mangueirão, neste sábado à tarde contra o Fortaleza: o retorno de seu ídolo Róbson, o Robgol, um dos artilheiros do campeonato, e as estréias do meia atacante Luís Carlos e do zagueiro Felipe Saad. O treinador Paulo Campos também resolveu mudar seu esquema de jogo. O 3-5-2, utilizado contra Palmeiras e Coritiba, perdeu lugar para o 4-4-2, que deverá funcionar com o apoio mais agressivo dos dois laterais rumo ao ataque. Ele orientou o time a sufocar o adversário desde os primeiros minutos de jogo e não quer ninguém dando chutão para se livrar da bola quando estiver sendo atacado. A partida apresenta alguns contrastes: o Paysandu tem um dos melhores ataques, mas também a segunda pior defesa da competição; o Fortaleza, tem a segunda melhor defesa, embora seu ataque seja o pior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.