Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

Robinho aponta semana livre de treinos como essencial para reação do Cruzeiro

Imbatível até o começo do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro viu seu desempenho cair e passa pelo seu pior momento na temporada

Redação, Estadão Conteudo

25 de maio de 2019 | 13h46

Os últimos jogos ruins do Cruzeiro, por três competições diferentes, acenderam o alerta no time mineiro, que empatou uma vez e foi derrotado outras três nas últimas quatro partidas. O meia Robinho crê que a semana livre apenas para treinamentos pode ser fundamental para a reação da equipe.

"Fazia tempo que não tínhamos uma semana cheia de treinamentos. Isso estava dificultando os trabalhos, pois o Mano não tinha muitas oportunidades de treinar o time. Esses últimos dias foram importantes para que pudéssemos colocar as coisas nos devidos lugares, poder treinar um pouco mais e aprimorar a parte física", destacou Robinho.

Imbatível até o começo do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro viu seu desempenho cair e passa pelo seu pior momento na temporada. Perdeu o último jogo da fase de grupos na Copa Libertadores para o Emelec, do Equador, empatou com o Fluminense em 1 a 1 na primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil em um duelo em que foi dominado pelo rival carioca, e vem de dois reveses no Brasileirão para Internacional e o próprio Fluminense, sendo o último uma dolorida goleada por 4 a 1.

A defesa, antes tida como uma da mais fortes, tem falhado com frequência e o ataque passou a ser menos eficiente. Apesar dos últimos tropeços, Robinho acredita que a equipe mineira está no caminho certo e vai reagir logo. "A gente está no caminho certo para que no domingo possamos voltar a vencer", disse.

O jogo a que o meia se refere será contra a Chapecoense, neste domingo, às 19 horas, no retorno do Cruzeiro ao Mineirão depois de dois duelos do torneio nacional jogando longe de casa. Com os resultados ruins em sequência, a equipe do técnico Mano Menezes soma seis pontos e ocupa o 15º lugar.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiro Esporte ClubeRobinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.