Robinho brilha e Real Madrid vence na Liga dos Campeões

Brasileiro marca dois gols, além de conseguir um pênalti a favor do time espanhol, na goleada por 4 a 2

EFE

24 de outubro de 2007 | 18h57

O atacante brasileiro Robinho foi o grande destaque dos jogos desta quinta pela terceira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões ao ajudar o Real Madrid a derrotar o Olympiacos por 4 a 2 em partida realizada no estádio Santiago Bernabéu.   Veja também:  Schuster diz que show de Robinho é produto de tratamento correto  Robinho entra na briga pela artilharia na Liga dos Campeões   O atacante brasileiro fez dois gols e encantou a torcida com várias jogadas de efeito, sendo que em uma delas acabou sofrendo um pênalti.   Outros times que fizeram o dever de casa para liderarem as suas respectivas chaves foram o Milan, que bateu o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, por 4 a 1 e o Chelsea, que derrotou o Schalke 04 por 2 a 0 no estádio de Stamford Bridge.   Atuando diante de sua torcida, o Real começou arrasador em sua partida e, logo no segundo minuto, abriu o placar com o espanhol Raúl. Entretanto, o time grego se recuperou e conseguiu empatar aos 6 minutos da etapa inicial com Galletti. O gol da virada do Olympiacos saiu apenas no primeiro minuto do segundo tempo, com o zagueiro brasileiro Júlio César. Porém, o Real tinha Robinho, que começou a desequilibrar aoempatar de cabeça aos 22 minutos do segundo tempo.   Aos 32, a equipe espanhola teve a chance de virar com o holandês Nistelrooy em cobrança de pênalti. Entretanto, o holandês chutou a bola para as nuvens. Mas, aos 37 não teve jeito, Robinho marcou com uma pancada de dentro da área após receber passe de Nistelrooy. Nos acréscimos do confronto, o Real marcou o quarto com o meiaBalboa.   Após este resultado o Real lidera a chave com 7 pontos, enquanto o time grego é o segundo com 4 e o Werder Bremen, que hoje venceu a Lazio por 2 a 1, é o terceiro com 3.   Quem também venceu e convenceu foi o Milan, que goleou o Shakthar Donetsk por 4 a 1 em Milão pelo grupo D da competição. A equipe italiana abriu o placar logo aos 5 minutos com Gilardino de cabeça. Oito minutos mais tarde, o atacante italiano voltou a marcar para ampliar a vantagem do Milan. Entretanto, aos 5 da etapa final, o Shakthar Donetsk conseguiu descontar com Lucarelli. Porém, o dia era mesmo do time de Kaká, que marcou outras duas vezes com o holandês Seedorf. Após este triunfo, o atual campeão da Liga dos Campeões lidera a chave com 6 pontos, mesma pontuação do time da Ucrânia.   Na terceira posição aparece o Benfica, que bateu o Celtic por 1 a 0 e alcançou 3 pontos, mesma pontuação dos escoceses. Quem também ficou muito perto das oitavas-de-final foi o Chelsea, que derrotou o Schalke 04 por 2 a 0 pelo grupo B. Na partida disputada em Stamford Bridge, o time inglês abriu o placar aos 4 minutos com o meia francês Maoluda. Aos 2 minutos da etapa final, o Chelsea ampliou com o atacante Drogba. Agora, o time londrino está na ponta da classificação da chave com 7 pontos, três a mais que o surpreendente Rosenborg, da Noruega, que hoje recebeu, e venceu, o Valencia por 2 a 0. Os gols da equipe norueguesa foram marcados no segundo tempo: Koné abriu o placar aos 8 minutos, e Riseth definiu aos 15.   Já no grupo A, o Porto e o Olympique de Marselha empataram em 1 a 1, resultado que deixa a equipe francesa na ponta da chave. Por outro lado, o time português permanece na segunda posição do grupo com 5 pontos, dois a menos que o Olympique. O Olympique abriu o placar aos 24 minutos do segundo tempo com o nigeriano Niang. Porém, três minutos depois, o Porto empatou com o argentino Lucho González em cobrança de pênalti.   Na terceira posição desta chave aparece o Besiktas, que somou seus únicos 3 pontos após derrotar o Liverpool por 2 a 1 em Istambul. Encerrando, o Liverpool está na última posição da chave com apenas 1 ponto, enquanto o Besiktas aparece em terceiro com 3 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.