Robinho brilha mais uma vez e Brasil vence a Irlanda

Atacante do Real Madrid marca o único gol no triunfo por 1 a 0 em amistoso nesta quarta-feira

Rafael Argemon, estadao.com.br

06 de fevereiro de 2008 | 19h43

No seu primeiro jogo em 2008, o Brasil conseguiu uma boa vitória por 1 a 0 sobre a Irlanda, em amistoso nesta quarta-feira, em Dublin, capital irlandesa. Mesmo com o placar 'magro', a seleção jogou muito bem, com destaques para Robinho, Diego e os laterais estreantes: Richarlyson e Léo Moura Veja também: Após vitória, Dunga defende decisão de não testar 'olímpicos' Técnico da Irlanda diz que Robinho fez a diferença Inglaterra vence Suíça; Portugal de Felipão perde da Itália Só Dunga esperava uma Irlanda jogando no ataque contra o Brasil. No primeiro tempo os irlandeses se mantiveram fechados na defesa e apostando nos contra-ataques, como de costume, mas das poucas vezes que conseguiram chegar à linha de fundo, erraram todos os cruzamentos. Já a seleção brasileira marcava muito bem a saída de bola dos donos da casa e fizeram boas triangulações, com destaque para o meia Diego, que foi convocado para o amistoso por causa de uma lesão de Kaká. O gol brasileiro não saiu porque os zagueiros irlandeses mostraram muita raça e disposição, sempre chegando junto no momento das finalizações do Brasil, mas mesmo assim, a seleção poderia ter testado mais o goleiro Given.  Além de Diego, Robinho e os novos laterais, Richarlyson e Léo Moura também foram os grandes destaques da seleção na primeira etapa. No segundo tempo a história se repetiu, mesmo com a Irlanda se soltando mais e conseguindo dois bons contra-ataques. O Brasil seguia bem na partida, tocando bastante a bola com qualidade, mas sem arriscar finalizações pois dava de cara com o paredão defensivo irlandês.Irlanda0Given; Kelly    , Dunne, O\'Shea e Kilbane; McGeady, Carsley, Miller (Potter) e Duff; Robbie Keane e Doyle (Hunt)Técnico: Donald GivensBrasil1Júlio César; Leonardo Moura, Luizão, Alex e Richarlyson; Gilberto Silva, Josué (Lucas), Júlio Baptista e Diego (Anderson); Robinho e Luis Fabiano (Rafael Sóbis)Técnico: DungaGols: Robinho, aos 21 minutos do segundo tempoÁrbitro: Rene Rogalla (SUI)Renda: Não informadoPúblico: Não informadoEstádio: Croke Park, em Dublin Apenas aos 16 minutos um boa finalização brasileira. Luís Fabiano tabela com Robinho e finalmente acerta um bom chute no gol, mas Given fez uma belíssima defesa.  E parece que só faltava isso para a seleção passar a confiar mais nos arremates contra a meta irlandesa. Dois minutos depois, Léo Moura escapou pela direita e cruzou rasteiro para Luís Fabiano, que chutou de primeira e a bola passou raspando a trava esquerda de Given. Mais confiante, não demorou para o gol brasileiro sair. Aos 21, Diego dá um bom passe para Robinho, que ganhou da zaga irlandesa e deu um toque com muita categoria na saída do goleiro da Irlanda. Já no final do jogo Dunga resolveu testar alguns de seus jogadores com idade olímpica. O problema é que colocou Anderson no lugar de Diego, que além de estar fazendo uma ótima partida, era o único dos titulares com menos de 23 anos. Outros que entraram foram Lucas, no lugar de Josué, e Rafael Sóbis, que substituiu Luís Fabiano, mas os jovens pouco acrescentaram e o Brasil saiu de Dublin com uma vitória simples, porém, uma bela estréia em 2008.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.