Robinho e Elano brigaram em Quito

Os nervos não estão sob controle no Santos. Nesta sexta-feira, foi divulgada a verdadeira causa da substituição de Robinho e Elano no intervalo do jogo contra o El Nacional, em Quito.Pensava-se que os dois jogadores haviam sentido os efeitos da altitude de 2.800 metros da cidade equatoriana, mas eles foram barrados pelo técnico Leão depois de uma discussão no intervalo. ?Foi um ato de indisciplina pessoal", revelou o treinador, que deixou claro não ter baseado sua decisão no comportamento tático dos dois dentro de campo, nem na necessidade de substituição por problemas respiratórios. Passado o incidente, os dois jogadores voltaram a se relacionar bem e não houve seqüelas. Tanto que Robinho e Elano deverão começar jogando na quarta-feira, quando o Santos enfrenta o América de Cali, na Vila Belmiro. O relacionamento deles está normal, estão conversando e dividem a mesma mesa, conforme um jornalista observou. Esta não foi a primeira explosão. Na véspera do embarque para Quito, o técnico Leão perdeu o controle, ameaçou e chamou o repórter Alex Sabino para uma briga fora do CT Rei Pelé. Estes atos estão ocorrendo num momento em que o time se mantém na liderança de seu grupo na Copa Libertadores da América e está bem próximo de conseguir uma vaga para a próxima fase. Nesta sexta-feira pela manhã, os jogadores realizaram um longo treino físico-técnico de quase duas horas no Centro de Treinamento do El Nacional, na cidade de Tumbaco, que fica a 30 minutos do hotel em que o time está concentrado. Eles devem chegar às 5h05 no Aeroporto de Cumbica e folgarão sábado e domingo. Na segunda-feira, os treinamentos serão em dois períodos, iniciando os preparativos para o jogo de quarta-feira, contra o América de Cali, na Vila Belmiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.