Robinho e Ricardinho vão só na quinta

Até para amenizar o impacto da desconvocação do atacante Ronaldo, do Real Madrid, dos jogos contra Paraguai e Argentina, pelas eliminatórias da Copa do Mundo, além da Copa das Confederações da Alemanha, a comissão técnica da seleção optou por ceder à pressão dos clubes e liberou os jogadores de Santos e São Paulo para as disputas das partidas pelas quartas-de-final da Copa Libertadores. Com isso, o atacante Robinho e o meia Ricardinho, do Santos, além do também atacante Grafite, convocado para substituir Ronaldo, foram liberados para atuar contra Atlético Paranaense e Tigres, do México, respectivamente, e se apresentarão somente na quinta-feira e não nesta terça, como estava previsto.As liberações de Robinho, Ricardinho e Grafite pode ser considerada uma surpresa, já que na sexta-feira, ao desembarcar no Rio, vindo da Europa, onde assistiu à final da Liga dos Campeões, o técnico do Brasil, Carlos Alberto Parreira, frisou que os atletas teriam que se apresentar nesta terça. O treinador destacou, inclusive, que liberar atletas para a disputa da Libertadores e da final da Copa da Itália (que ocorrerá durante a Copa das Confederações e a Internazionale de Milão pediu a liberação do atacante Adriano) "não haveria conversa".Robinho, Ricardinho e Grafite vão se apresentar à seleção na quinta-feira, a tempo de participarem do treinamento previsto para a parte da tarde. E a expectativa é a de que tão logo se integre ao grupo, Robinho seja efetivado como o novo titular da equipe, herdando de imediato a vaga de Ronaldo. A tendência é a de que a outra vaga no ataque seja de Adriano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.