Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Robinho e Ricardo Oliveira não estão confirmados na final

Dupla de ataque pode ser desfalque do Santos contra o Palmeiras

Estadão Conteúdo

29 de abril de 2015 | 21h05

A empolgação dos torcedores do Santos com os dois dos principais jogadores do elenco deu uma esfriada nesta quarta-feira. O atacante Robinho não treinou no campo e o centroavante Ricardo Oliveira, além de ter participado por pouco tempo da atividade, continua sem ter renovado o contrato com o clube, que termina neste domingo.

A presença de Robinho é a grande esperança do time para superar o Palmeiras neste domingo, pela decisão do Campeonato Paulista, na Vila Belmiro. O atacante se recupera de lesão na coxa esquerda, treinou com o grupo na última terça-feira, mas nesta quarta não apareceu no gramado do CT Rei Pelé. Segundo o clube, o jogador ficou na academia.

Ricardo Oliveira chegou a iniciar a atividade e saiu mais cedo. O departamento médico nega que o atacante tenha problemas, porém a arrastada renovação de contrato deixa em suspense a continuidade dele no clube. Segundo o presidente Modesto Roma Júnior, o contrato está pronto e só falta a assinatura.

A expectativa pelo título também esfriou depois que o clube soube que a premiação está bloqueada. A Justiça acatou o pedido do advogado do ex-técnico do time, Muricy Ramalho, que cobra R$ 1,3 milhão do Santos de dívidas trabalhistas. O bônus pago para campeão é de R$ 3 milhões e para o vice, R$ 1 milhão, e a decisão da Justiça é que o valor seja depositado em juízo e não na conta do clube alvinegro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.