Robinho empolga Real Madrid na estréia

Robinho já caiu nas graças da torcida madrilenha. O jogo no Estádio Ramon de Carranza, estava difícil, empatado por 1 a 1, aos 20 minutos do segundo tempo. Mas depois da entrada do craque brasileiro, no lugar de Gravesen, o Real Madrid desencantou e conquistou a vitória por 2 a 1. Robinho driblou, pedalou e participou do gol da vitória, marcado por Raúl, aproveitando assistência de Ronaldo, autor do primeiro gol, no primeiro tempo. Robinho foi para o lado esquerdo do ataque e passou a infernizar a zaga adversária. Em 27 minutos, ele aplicou nove dribles (várias pedaladas), deu 14 passes e finalizou uma vez ao gol, para fora. Perdeu oito bolas, recebeu duas faltas e não cometeu nenhuma. Além disso, o estreante se destacou em lances de futebol-arte. Em sua primeira jogada, deu um chapéu em um adversário. E, no lance do segundo, dominou no peito um lançamento de Beckham; Ronaldo viu o espaço aberto, passou por ele e cruzou para Raúl marcar. Antes, aos 5 minutos do primeiro tempo, Ronaldo, outro destaque da partida, marcou o primeiro gol. Também deu um passe primoroso para Helguera marcar; a bola bateu na trave. O Cadiz, porém, foi um difícil adversário para os ?galácticos?. No segundo tempo, pressionou o adversário, empatou com Pavoni, aproveitando erro de posicionamento da zaga do Real, aos 16 minutos. E o Cádiz, apesar de sofrer com Robinho, chegou a criar chances para empatar e teve um pênalti a seu favor ignorado pela arbitragem. O técnico do Real Madrid, Vanderlei Luxembugo, não escondeu seu entusiasmo depois da partida: "Ele entrou muito bem na equipe. Sabíamos que podíamos contar com ele", disse o treinador. "Por ser a primeira partida do campeonato, fiquei satisfeito com o desempenho dos jogadores. Foi o primeiro jogo, e nem um pouco fácil. O adversário estava preparado e motivado", elogiou Luxemburgo. "Eu já esperava muitas dificuldades nesta partida. E sofremos muito com as jogadas de bola parada", admitiu. O treinador do Cadiz, Victor Esparrago, disse que sua equipe cumpriu a obrigação. "Tivemos má sorte. No futebol o que vale são os gols e o Real Madrid marcou dois. Sabemos que há rivais que não estão em um bom momento, mas que podem decidir uma partida em um lance", declarou o treinador uruguaio. OUTROS JOGOS - Outro brasileiro a se destacar na primeira rodada do Campeonato Espanhol foi o atacante Fernando Baiano, autor de um dos gols da vitória de 2 a 0 do Celta sobre o Málaga, em Vigo. O argentino Gustavo Lopez fez o outro gol do Celta. O Deportivo La Coruña venceu como visitante: com um gol de Juanma, bateu o Mallorca por 1 a 0. O pequeno Getafe também se saiu bem em sua visita ao Espanyol, em Barcelona: ganhou por 2 a 0, com gols de Gavilán e Riki. Já o destaque em Pamplona foi Romeo, autor dos dois gols da vitória por 2 a 1 do osasuña sobre o Villarreal; o uruguaio Forlan descontou. Em Sevilha, o Sevilla venceu o Racing Santander por 1 a 0, gol de Kepa, e, em Madri, Atlético e Zaragoza ficaram no 0 a 0.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.