Robinho joga sob mira estrangeira

Um dirigente do inglês Arsenal é esperado nesta quarta-feira na Vila Belmiro para ver Robinho jogar. E o craque santista sabe que o interesse dos clubes estrangeiros por seu futebol é cada vez maior, mas mostrava-se, nesta terça, preocupado com a partida contra o Universidad do Chile, que vale uma vaga para a próxima fase da Libertadores. ?Meu objetivo mais imediato é ser campeão da Libertadores, um título que ainda não tenho, e quero conquistar outros pelo Santos?, disse ele, fugindo do assunto transferência. Mas comentou o pedido constante do torcedor - ?Fica Robinho? - em todos os jogos. ?Para mim é sempre motivo de orgulho e satisfação saber que o torcedor quer minha permanência no clube e confia no meu futebol. Isso me emociona e emotiva?. Robinho distribui o sucesso com os companheiros de time. ?Sempre entro para jogar bem em todo jogo e, quando o time está numa boa fase, o talento sempre se sobressai?. O atacante não havia tomado conhecimento da crítica que sofreu por parte da imprensa chilena, que chegou a questionar se ele havia jogado contra o Universidad. ?Se eles fizeram essa crítica, paciência. Nosso time está tranqüilo e cada um aqui sabe seu potencial. Nosso time está aí para ser campeão e nem pensamos em sair da Libertadores. Por isso, respeitamos o adversário, mas vamos jogar para vencer, nosso único objetivo nessa partida?, afirmou o meia. Nesta terça, Robinho estava com um medalhão com a imagem de Jesus e explicou. ?Sempre tive fé em Deus desde pequeno e agradeço todo dia pela força que me dá para fazer o que mais gosto, que é jogar futebol. Meu pai é evangélico e sempre joguei com a camisa de Jesus por baixo?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.