Robinho pensa agora na seleção Sub-23

Robinho está preso ao Santos até 2007 e caso queira sair sem a concordância do clube, terá de pagar multa de US$ 50 milhões se sua transferência for para o exterior ou de R$ 36 milhões se for comprado por algum time brasileiro. Isso, entretanto, não preocupa o jogador, que diz preferir ficar mesmo na Vila Belmiro até que ganhe mais maturidade. Com o novo contrato, Robinho se igualou ao amigo Diego e está entre os que mais ganham no Santos: R$ 80 mil mensais. Com o fim da lei do passe, o Santos tem fixado pesadas multas para segurar os atletas formados na Vila Belmiro, valendo principalmente para Diego e Robinho, as estrelas mais cobiçadas pelos clubes estrangeiros. Isso não significa, porém, que os jogadores não possam sair. Recentemente, o Tottenham ofereceu US$ 12 milhões por Diego, cuja multa rescisória também é de US$ 50 milhões, e a negociação poderia quase foi concluída, mas o presidente Marcelo Teixeira não liberou o atleta, como era intenção do pai e procurador do meia. Para a saída, é necessária, portanto, a concordância entre as duas partes, sem a qual a multa é aplicada. Contrato renovado, Robinho estava mais preocupado hoje com uma possível convocação para a seleção brasileira, que acabou não saindo. "Agora, é continuar trabalhando para me aperfeiçoar mais e voltar a vestir a amarelinha", disse. Ele mantém a expectativa de ser lembrado para a seleção Sub-23. Fora o sonho da seleção, Robinho quer concentrar sua atenção ao Brasileiro, aproveitando a boa fase que está vivendo. Não tem planos para deixar o Brasil em breve, mas fica satisfeito com os comentários sobre a pretensão de clubes estrangeiros pelo seu futebol. "É um estímulo e uma recompensa pelo meu trabalho e pelo esforço em melhorar", comentou, sempre destacando que está bem no Santos. "Aqui é minha casa e meu pensamento é só continuar ajudando o time para conseguir mais conquistas importantes". Para o técnico Leão, um dos pontos positivos do Santos é que os jogadores querem permanecer. "O Robinho é muito jovem e deve ficar mais um pouco antes de sair para o exterior", comentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.