Robinho planeja 100º gol pelo Santos no Maracanã

Robinho planeja 100º gol pelo Santos no Maracanã

Atacante tem 99 gols pelo clube e pode atingir marca histórica, frente ao Botafogo, no jogo de ida das quartas de final

Sanches Filho, O Estado de S. Paulo

30 Setembro 2014 | 23h46

O Santos muda quase meio time para o jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil contra o Botafogo, hoje, às 19h30, no Maracanã. Além de Robinho, recuperado de dores nas pernas, retornam os laterais Cicinho e Mena, além do zagueiro Edu Dracena. O atacante soma 99 gols pelo clube e está motivado com a chance de chegar ao centésimo no mais histórico dos estádios brasileiros.

Mas nem tudo é festa entre os santistas: com uma lesão no músculo anterior da coxa esquerda, Aranha, que tem sido um paredão nos jogos mais difíceis do time, nem viajou para o Rio. O goleiro será Vladimir, com Gabriel Gasparotto na reserva. Enderson Moreira não anunciou a escalação e deve decidir entre Leandro Damião e Gabriel quem será o centroavante, momentos antes do jogo.

O retrospecto do Santos como visitante na temporada é pífio, mas o que anima os jogadores é que foi na Copa do Brasil que o time teve o seu melhor resultado fora da Vila Belmiro depois da Copa. No dia 28 de agosto, em Porto Alegre, o time derrotou o Grêmio por 2 a 0. Nesse jogo, Aranha foi vítima de injúrias raciais e como o clube gaúcho foi punido pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) com a perda de três pontos, o time paulista avançou às quartas de final e não precisou disputar a partida de volta.

Com poucas possibilidades de ainda conseguir fazer uma campanha de recuperação nas 13 rodadas restantes do Brasileiro e conseguir a classificação para a Libertadores, o Santos aposta todas as suas fichas na Copa do Brasil. Para avançar às semifinais, o time precisa de um bom resultado no jogo de hoje para deixar a vaga na semifinal bem encaminhada.

O jogo de volta será no dia 16, na Vila Belmiro ou no Pacaembu. Há o risco de Robinho ficar fora do jogo de volta porque dois dias antes estará em Cingapura com a seleção para o amistoso contra o Japão.

Geuvânio, que dá sinais de estar recuperado depois de quatro meses em baixa, sugere que o Santos jogue mais fechado na defesa e tente surpreender o Botafogo no contra-ataque.

“Vai ser um jogo complicado e temos de entrar ligados. Como serão dois jogos, não podemos nos desesperar e correr o risco de sofrer gol. O melhor é marcar certinho e jogar por uma bola.”

Dívida. Apesar do atraso de dois meses no pagamento do direito de imagem (a maior parte na composição da remuneração dos jogadores) e de um mês no acerto do salário da carteira, o volante Alison diz que o problema não vai atrapalhar o time em campo. “Quando a gente entra no jogo, não pensa nisso e quer vencer a partida de qualquer jeito.”

BOTAFOGO 

Jefferson; Dankler, Bolívar, André Bahia, Julio Cesar, Airton; Gabriel, Ramirez, Carlos Alberto; Rogério, Emerson. Técnico: Vagner Mancini

SANTOS 

Vladimir; Cicinho, Edu Dracena, David Braz, Mena; Alison, Arouca, Lucas Lima, Geuvânio; Leandro Damião e Robinho. Técnico: Enderson Moreira

Juiz: Dewson Freitas da Silva (PA)

Local: Maracanã, no Rio

Horário: 19h30

Transmissão: SporTV e ESPN Brasil

Mais conteúdo sobre:
Futebol Santos FC Botafogo Copa do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.