Robinho prevê pedaladas em Schummy

Antes de começar o trabalho físico de hoje cedo, no Centro de Treinamentos Rei Pelé, percebendo a ansiedade dos jogadores com a aproximação do momento do encontro do grupo com pentacampeão mundial de fórmula 1, Michael Schumacher, amanhã, às 16h, na Vila Belmiro, o técnico Leão resolveu entrar no clima. "Paulo Almeida, Pereira, André Luís e Alex...por favor, nem cheguem perto do homem (Schumacher)", disse, bem-humorado, lembrando que, como se trata de uma brincadeira, todos terão liberdade para abusar das firulas e jogadas individuais. "Só não pode dividir com ele, para evitar algum acidente." O empate por 2 a 2 com o Paraná, na estréia no Campeonato Brasileiro, domingo à noite, na Vila Belmiro, e o jogo do próximo sábado, no Mineirão, contra o Atlético-MG, estão sendo tratados como fatos distantes pelos jogadores santistas. Empolgado pelos elogios que vem recebendo de Schumacher desde de dezembro do ano passado, Robinho quer mostrar ao vivo para o piloto a sua arte. "Quando estivermos em times diferentes, vou pedalar na frente dele", promete. "Se ele entrar de primeira para tentar me tirar a bola, não vai dar outra. E quando jogarmos na mesma equipe, quero formar uma boa dupla de ataque com Schumacher, embora eu não saiba a posição dele.Quero ajudar ele a fazer um gol, afinal, a festa é para ele." Como não sabe nada de inglês e nem de alemão, Robinho diz que vai se comunicar com Schumacher através de gestos. "Espero que ele nos convide para conhecer os boxes da Ferrari no domingo, mas se isso não acontecer, Diego disse que a gente se convida." Como a programação do jogo-treino prevê a formação de dois times - o de Robinho e o de Diego -, com Schumacher jogando 30 minutos em cada um, hoje houve muitas brincadeiras entre os jogadores. Diego avisou que só vai convocar para integrar a sua equipe quem tiver disposição para correr. "Estou cansado de jogar ao lado do Robinho, que só fica parado", provocou o companheiro. "Chega de ´tiriça´ (preguiçoso). A partir de amanhã, vai surgir uma nova dupla: Diego e Schumacher.Não pensei em que escolher, só sei que serei eu, Schumacher e mais nove. Vou ficar lá atrás e enfiar umas bolas para ele fazer gol." Diego não perdia um grande prêmio de Fórmula 1 quando Ayrton Senna era vivo e depois se desinteressou. "Com a contratação de Rubinho (Rubens Barrichello) pela Ferrari e as seguidas vitórias do Schumacher, sempre que posso assisto às corridas." Ao contrário de Robinho, Diego já viu Schumacher jogando futebol (com Ronaldinho), sabe que é atacante, tem um pouco de ´intimidade´ com a bola e acha que vai se entender com ele sem dificuldade. "Quebro o galho no inglês e, se não der, apelo para a mímica." Nos rachões de véspera de jogo, Diego e Robinho procuram não ficar no mesmo time para apostarem "big mac". Um garante que está ganhando do outro, e como diz ter certeza de que o seu time vai ganhar o jogo-treino de amanhã à tarde, Diego quer apostar alguma coisa de mais valor com Robinho. "Se o professor (Leão) deixar, não vai ser só um MacDonald´s não." O Santos pediu e a Federação Paulista de Futebol (FPF) designou um trio feminino de arbitragem para o jogo treino, com a presença da bela Ana Paula Oliveira, como bandeirinha, ao lado da juíza Sílvia Regina de Oliveira e Aline Lambert, a outra auxiliar. Os 12 mil ingressos, ao preço único de R$ 3, serão colocados à venda amanhã, às 9h, nas bilheterias da Vila Belmiro e a arrecadação será destinada à Campanha Criança Esperança, promovida pelo Rede Globo de Televisão em parceria com a Unicef (órgão da Organização das Nações Unidas) para amparar crianças carentes. Michael Schumacher chegará à Vila Belmiro às 15h15 de helicóptero, desembarcando no centro do gramado. Seguirá para os vestiários para ser apresentado ao técnico Leão e aos jogadores. Após o jogo, o piloto alemão, Robinho, Diego, Leão e Paulo Almeida atenderão a imprensa na sala do Conselho Deliberativo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.