Robinho recua e fala em ficar no Santos

A novela ganhou um capítulo inesperado. Depois de faltar a dois treinos do Santos e revelar que deseja jogar no Real Madrid, Robinho parece ter recuado, diante da resistência da diretoria santista em liberá-lo. Agora, o atacante promete, inclusive, voltar ao trabalho no clube na próxima semana e fala até em ficar na Vila Belmiro.Robinho voltou sexta-feira da Alemanha, onde defendeu a seleção brasileira na Copa das Confederações. E, em reunião com o presidente do Santos, Marcelo Teixeira, pediu para que o clube aceitasse vendê-lo para o Real.Marcelo Teixeira não aceitou os US$ 30 milhões oferecidos pelo clube espanhol e determinou a volta imediata de Robinho aos treinos. Mas o jogador faltou na sexta-feira e também não apareceu para trabalhar na manhã deste sábado. Com isso, ficou fora do jogo deste domingo com o Juventude, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro.Ainda na noite de sexta-feira, durante a festa de aniversário de sua namorada Vivian, Robinho chegou a justificar sua ausências nos treinos. "Não tem sentido eu continuar treinando no Santos e ficar com a cabeça no Real Madrid", explicou.Mas, quando tudo indicava que o caso acabaria em litígio, houve uma reviravolta. Segundo o empresário de Robinho, Wagner Ribeiro, o jogador volta a treinar normalmente no Santos na próxima semana. E irá até jogar contra o Goiás, no dia 10 de julho, pela 11ª rodada do Brasileirão."Robinho vai convocar a imprensa para uma entrevista coletiva na segunda-feira, num hotel da capital, para dizer que vai cumprir o seu contrato com o Santos (termina em janeiro de 2008). Depois de uns dias de folga para esfriar a cabeça, ele volta normalmente", avisou Wagner Ribeiro, no começo da tarde deste sábado. "Robinho não vai, de jeito nenhum, ficar como o vilão dessa história."Para Wagner Ribeiro, a mudança radical de posição de Robinho tem uma justificativa clara. Ele ama o Santos e, como não houve acordo para a sua saída, não que ficar com a imagem de atleta rebelde.Por enquanto, a novela continua assim. Resta saber qual será o próximo capítulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.