Robinho treina bem e joga domingo

O técnico Vanderlei Luxemburgo deixou o mistério de lado e confirmou: o atacante Robinho será titular do Santos contra o Vasco, domingo, no estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto, no duelo que pode decidir o título do Campeonato Brasileiro."O Robinho joga, ele só saiu do time devido ao seqüestro da mãe dele", afirmou Luxemburgo. "Já tinha certo para mim que ele jogaria quando o problema fosse resolvido."O atacante chegou nesta sexta-feira à tarde no interior paulista, treinou entre os titulares no coletivo e garantiu sua escalação. "O elenco está feliz pela volta dele, mas a euforia tem de acabar", acrescentou o treinador. "Precisamos nos concentrar no jogo de domingo."O principal momento do treinamento foi a distribuição dos coletes. Vanderlei Luxemburgo entregou o primeiro a Basílio, que nem chegou a vesti-lo e o repassou a Robinho. Prova de que o veterano atacante encarou com naturalidade a volta do companheiro mais jovem."A camisa 7 é dele. Sabia que quando o seqüestro terminasse ele voltaria", disse Basílio. "O Robinho jogou o ano todo e só saiu em razão de uma infelicidade."A reação dos torcedores foi imediata, assim que Robinho entrou no gramado. O atacante foi recebido aos gritos de "Olee, olaa, o Robinho vem aí e o bicho vai pegar". A alegria das arquibancadas era a mesma do elenco, que estava em campo, aguardando a chegada do jogador para iniciar o treino. Robinho foi recebido com um abraço pelos membros da comissão técnica. Rindo, os jogadores "mandaram" o atacante ficar no centro da roda "como bobinho", para o trabalho de aquecimento.No treinamento, Robinho fez até gol - o primeiro na vitória dos titulares por 3 a 0. Arriscou dribles, jogadas de velocidade e esteve em campo por 29 minutos, até ser substituído por Basílio.Curiosamente, foi em São José do Rio Preto que ele jogou sua última partida antes do seqüestro da mãe. Foi em 30 de outubro, nos 5 a 0 sobre o Fluminense. Neste jogo ele marcou dois gols.A equipe titular foi definida pelo treinador com Mauro; Paulo César, Ávalos, Leonardo e Léo; Fabinho, Preto Casagrande, Elano e Ricardinho, Deivid e Robinho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.