Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Robinho treina e deve reforçar o Santos na finalíssima do Paulistão

Edema na coxa do jogador não incomoda em atividade

Estadão Conteúdo

28 de abril de 2015 | 19h49

O Santos deve ter a volta do principal jogador do elenco para a decisão do Campeonato Paulista. O atacante Robinho treinou nesta terça-feira com o restante do grupo e avançou na recuperação de um edema na coxa esquerda, problema que o tirou da primeira partida da final contra o Palmeiras.

Ele participou de uma atividade física em que correu pelo gramado e depois fez trabalhos com bola junto com os atletas que foram titulares na derrota por 1 a 0. O treino desta terça foi o primeiro da semana para o elenco, que ganhou folga na segunda-feira.

O provável retorno de Robinho ameniza outras duas dúvidas que o técnico Marcelo Fernandes ainda tem para a final. Ficaram fora da atividade desta terça o zagueiro Gustavo Henrique, com problema na coxa esquerda, e o volante colombiano Valencia, com lesão na panturrilha direita.

A dupla ficou apenas na academia e não foi a campo. Caso não se recuperem, Valencia deve dar lugar a Lucas Otávio. Já na zaga, a solução pode ser Jubal. Com Paulo Henrique suspenso e Werley em recuperação de dengue, a vaga pode ficar com o jogador de 21 anos.

O técnico Marcelo Fernandes vai trabalhar com o time em dois períodos nesta quarta-feira para começar a definir a equipe para domingo. O volante Renato já adiantou nesta terça que a equipe será tentará pressionar o Palmeiras desde o início do jogo.

"Temos de agredir o Palmeiras, principalmente na defesa. Se o Palmeiras jogar no contra-ataque, é uma equipe rápida. Temos de fazer o que estamos fazendo e pressionar o Palmeiras para tirar a vantagem."

O experiente volante de 35 anos disse ainda que o Santos não pensa em preparar uma marcação especial sobre Valdivia, caso o chileno seja escalado por Oswaldo de Oliveira. Para Renato, o time não tem como característica o foco individual sobre um adversário, mas sim o posicionamento coletivo para não dar espaços. "Independentemente de o Valdivia jogar ou não, vamos fazer a marcação por setor."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.