Robinho treina e Dunga define time para as Eliminatórias

O jogador do Real Madrid não sentiu contusão e fará a dupla de ataque com Vágner Love contra a Colômbia

Sílvio Barsetti, Estadão

12 de outubro de 2007 | 20h09

Robinho treinou pela primeira vez na semana com os demais colegas de seleção, não reclamou de dores e o técnico Dunga, enfim, definiu o time para a estréia do Brasil nas Eliminatórias do Mundial de 2010, domingo, contra a Colômbia, em Bogotá. Robinho vai formar o ataque com Vagner Love. E se ainda restava alguma dúvida sobre o goleiro titular, o coletivo da tarde deste sábado deixou clara a opção de Dunga por Júlio César, da Inter de Milão. Veja também: O calendário de jogos das EliminatóriasTodas as notícias sobre as Eliminatórias Conhece tudo sobre o torneio? Participe do quiz Vagner Love teve boa participação nos três coletivos dirigidos por Dunga desde quarta-feira, na Granja Comary. Marcou um gol em cada um deles. Mais do que isso, se movimentou bastante no ataque, criando opções de jogadas. Foi assim que ele conseguiu conter a "onda Afonso", iniciada no domingo passado, quando seu concorrente fez sete gols numa única partida pelo Campeonato Holandês. Mas o destaque do treino foi mesmo Robinho. Ele ofereceu ao público um pouco de seu talento e chegou a aplicar um lençol desconcertante em Daniel Alves. Logo depois, Dunga encerrou o coletivo, de 20 minutos, com vitória dos titulares por 1 a 0. Os jogadores passaram a treinar cobranças de pênaltis. E coube a Robinho iniciar uma série encerrada rapidamente. O craque do Real Madrid desperdiçou as duas finalizações - numa delas Júlio César fez ótima defesa. A atividade na parte da tarde foi apressada por causa do vôo da seleção para a capital da Colômbia. Antes do coletivo, Dunga mostrou por 10 minutos como quer ver seu time no primeiro jogo da competição sul-americana. Toques rápidos do meio para a frente, com Kaká ajudando o lateral Maicon na direita e Ronaldinho Gaúcho mais próximo de Gilberto do outro lado. Com Robinho e Vagner Love no ataque, Dunga conta com os passes quase sempre precisos de Ronaldinho e Kaká para surpreender o adversário em Bogotá. "Eu disse o tempo todo que estava certo da minha presença na partida contra a Colômbia. Fiz um trabalho de recuperação muito bom com os médicos da seleção e não faltava ritmo de jogo, pois venho atuando pelo Real Madrid normalmente nessa temporada", disse Robinho, que se apresentou na Granja Comary com uma torção no tornozelo esquerdo. Incidente A entrevista coletiva de Dunga, no início da noite, foi encerrada repentinamente por causa de duas perguntas de um ator do Programa Casseta & Planeta, da TV Globo. Ele insistiu em obter do treinador uma resposta de duplo sentido. Dunga se irritou, levantou-se e saiu da sala. Alguns repórteres que gostariam de saber do técnico alguma informação nova sobre o time que vai a campo neste domingo reclamaram com veemência da intervenção dos humoristas e houve um princípio de tumulto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.