Robinho treina, mas foi recomendado a não dar chutes

O atacante Robinho participou normalmente do treino da seleção brasileira nesta quinta-feira no SSG90 Stadion, em Bergisch Gladbach, na Alemanha, na preparação para o jogo do próximo sábado contra a França. Mas ele teve restrições: o médico José Luiz Runco recomendou ao atacante que evitasse certos chutes a gol, justamente para não forçar demais a coxa da perna direita, local onde teve um edema no início da semana e que o tirou do jogo contra Gana."Houve a recomendação ao Robinho que não usasse a perna direita. Em medicina não pode dizer que não existe risco, por isso a recuperação está sendo feita de forma progressiva. Ele está bem e à disposição para jogar", disse o médico.O único momento que Robinho realmente foi afastado do trabalho com os demais jogadores - além de ter evitado finalizações nos treinos táticos - foi no ensaio das cobranças de pênaltis, que podem decidir a vaga na semifinal no jogo contra os franceses se a partida terminar empatada após o tempo normal e a prorrogação. Fora isso, o atacante fez todos os exercícios e movimentos normalmente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.