Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Robinho volta para resolver problema crítico do Palmeiras

Meia está recuperado de dores musculares e enfrenta o Flu

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2015 | 11h00

Recuperado de lesão, o meia Robinho será o grande reforço do Palmeiras para enfrentar o Fluminense, quarta-feira, no Allianz Parque. Após um mês fora do time, ele volta a ser opção e pode resolver um problema crítico da equipe nos últimos jogos, a falta de criatividade no meio de campo.

Robinho não atua desde 30 de setembro, quando se machucou na partida diante do Internacional. Ele chegou a se recuperar e voltaria contra a Ponte Preta, mas voltou a sentir dores no local e teve o retorno adiado. Nesta segunda-feira, ele treinou normalmente com os demais jogadores e deve ser titular no segundo jogo da semifinal.

Sem ele, o Palmeiras fez cinco jogos. Foram quatro derrotas, uma vitória e atuações ruins em todas as partidas. O técnico Marcelo Oliveira lamentou repetidamente a ausência do meia, assim como de Gabriel e Arouca. Com Robinho, o treinador ganha um leque de opções que pode fazer o time voltar a entrar nos trilhos.

Para o jogo com o Fluminense, por exemplo, a presença de Robinho faz com que Marcelo Oliveira possa escalar Zé Roberto de duas formas diferentes. A primeira, seria deixar o experiente jogador na lateral e Robinho atuando como o principal articulador.

Outra opção seria Zé atuar no meio e ajudar Robinho na criação. “O Robinho é um jogador de extrema qualidade, que sabe sair bem com a bola nos pés. Vai dar uma dinâmica muito legal para a equipe. Perdemos jogadores com a mesma característica, como o Arouca e Cleiton Xavier. E em alguns momentos não tivemos peça de reposição para estas vagas, por características de jogadores. Ele vai ajudar muito”, comentou o lateral-direito Lucas.

Quem também faz Marcelo Oliveira se lamentar quase que diariamente e que pode reaparecer no time na quarta-feira é Cleiton Xavier. O jogador está fora há dois meses graças a duas lesões: uma na coxa direita e outra na panturrilha esquerda. Inicialmente, a previsão é que o meia só voltasse aos gramados em 2016, mas sua recuperação tem sido boa e existe até a possibilidade dele aparecer no banco de reservas nesta quarta.

Entretanto, a tendência maior é que Cleiton retorne ao time no domingo, quando a equipe alviverde encara o Santos, na Vila Belmiro. “Graças a Deus, consegui me recuperar bem e já estou pronto para ajudar o Palmeiras, agora só preciso readquirir o ritmo de jogo. Estamos na reta final e não vejo a hora de jogar. Continuarei me esforçando bastante para entrar em campo o quanto antes e correr junto com os meus companheiros”, disse o meia.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebolRobinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.