Rodada ajuda, mas Palmeiras não faz a sua parte

O Palmeiras não pode reclamar da sorte nesta 35.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time contou com boa ajuda de Botafogo e Cruzeiro, que derrotaram Portuguesa e Bahia, respectivamente, mas não cumpriu o seu papel na partida diante do campeão Fluminense, neste domingo, e agora vê o seu rebaixamento muito próximo de ser sacramentado.

AE, Agência Estado

11 de novembro de 2012 | 23h09

Com a derrota por 3 a 2 para o Flu, sofrida em Presidente Prudente (SP), a equipe do Palestra Itália ficou estacionada nos 33 pontos e seguiu sete atrás de Portuguesa e Bahia, primeiros clubes fora da zona do descenso, mas agora tem apenas três rodadas para tirar essa diferença.

E a situação do Palmeiras poderia ter ficado ainda pior se o Sport tivesse vencido o rebaixado Figueirense, que caiu para a Série B ao empatar por 1 a 1 com o rival, em Florianópolis. O resultado fez a equipe pernambucana chegar aos 37 pontos, na 17.ª colocação, enquanto os palmeirenses seguem figurando no 18.º lugar.

Precisando de um verdadeiro milagre para escapar do rebaixamento, o Palmeiras tem a obrigação de vencer o Flamengo no próximo domingo, em Volta Redonda, e ainda terá de torcer contra Bahia e Portuguesa, que no mesmo dia jogam em casa diante de Ponte Preta e Grêmio, respectivamente. Caso a equipe alviverde empate com os flamenguistas, baianos e lusos poderão decretar o descenso alviverde se ao menos conquistarem um ponto cada um no próximo final de semana.

No mesmo domingo de sofrimento garantido, o Sport receberá o Botafogo na Ilha do Retiro, no mesmo local onde a equipe recifense pegará na penúltima rodada, no próximo dia 25, o Fluminense, este já faz tempo em ritmo de férias após assegurar o título nacional.

Caso escape de cair no próximo domingo, o Palmeiras daria prosseguimento à missão inglória que teria pela frente enfrentando o Atlético-GO, que já está rebaixado, em casa, às 17 horas, no dia 25. Na mesma data e horário, o Bahia pegará o Náutico, em Salvador, e a Portuguesa irá encarar o Inter, no Beira-Rio.

Já se conseguir a proeza de chegar à última rodada com chances de se livrar do rebaixamento, o que parece muito pouco provável, o Palmeiras fará um dos clássicos mais importantes de sua história diante do Santos, no dia 2 de dezembro, na Vila Belmiro. No mesmo dia, a Lusa pegará a Ponte Preta, no Canindé, o Bahia terá o Atlético-GO pela frente, fora de casa, e o Sport travará com o Náutico, nos Aflitos, um dos sete clássicos da rodada final do Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.