Rodada da Série C deixa Grupo A com três líderes

A briga por posições dentro do G4, a zona de classificação do Campeonato Brasileiro da Série C, está muito acirrada. Após os seis jogos disputados neste domingo, pela 11ª rodada, três clubes dividem a liderança do Grupo A, com os mesmos 23 pontos: Sampaio Corrêa, Luverdense e Fortaleza. Na outra chave, o Guarani sofreu o primeiro gol em 11 jogos, mas empatou com o Mogi Mirim por 1 a 1 e segue líder sozinho, com 21 pontos.

AE, Agência Estado

25 de agosto de 2013 | 21h37

Como a disputa por posições está muito equilibrada no Grupo A, quem vence se dá bem na tabela. Em São Luis (MA), o Sampaio Corrêa derrotou o Treze por 4 a 2 e chegou aos 23 pontos. Já o Luverdense, mesmo com alguns reservas - poupou titulares para pode encarar o Corinthians na quarta-feira, no Pacaembu, pela Copa do Brasil - fez 2 a 1 no Cuiabá e ganhou o clássico do Mato Grosso, passando a ter também 23 pontos.

O outro líder do Grupo A é o Fortaleza, também com 23 pontos, após empatar com o Águia por 1 a 1, em Marabá (PA). Assim, a novidade no G4 do Grupo A é o Brasiliense, que entrou pela primeira vez na zona de classificação ao derrotar o Baraúnas por 1 a 0, em Mossoró (RN), somando agora 21 pontos.

No Grupo B, o Mogi Mirim vinha de cinco vitórias em casa, mas empatou com o líder Guarani por 1 a 1 neste domingo. Assim, continua fora do G4, com 17 pontos e em quinto lugar. A equipe de Campinas, por sua vez, sofreu o seu primeiro gol na competição, o que não impediu que mantivesse a liderança.

No Estádio Serra Dourada, em Goiânia, o Vila Nova empatou por 1 a 1 com o Duque de Caxias. Apesar do tropeço diante de mais de 10 mil torcedores, o time goiano ocupa a terceira posição com 18 pontos - a segunda colocação no Grupo B é do Macaé, que chegou aos 19 pontos com o empate de sábado.

Confira os resultados deste domingo:

Mogi Mirim 1 x 1 Guarani

Vila Nova 1 x 1 Duque de Caxias

Sampaio Corrêa 4 x 2 Treze

Cuiabá 1 x 2 Luverdense

Águia 1 x 1 Fortaleza

Baraúnas 0 x 1 Brasiliense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.