AFP/EITAN ABRAMOVICH
AFP/EITAN ABRAMOVICH

Desfalques marcam estreia da Eliminatória na América do Sul

Messi, James Rodríguez, Suárez e Cavani não jogam

O Estado de S. Paulo

08 de outubro de 2015 | 07h00

A corrida por quatro vagas da América do Sul na Copa de 2018 começará com algumas importantes baixas nas principais seleções do continente. Se o Brasil não terá o atacante Neymar nos dois primeiros jogos, Argentina, Uruguai e Colômbia também precisarão substituir seus principais jogadores. 

Na seleção argentina, que nesta quinta recebe o Equador no Estádio Monumental de Nuñes às 21h, o técnico Tata Martino não poderá contar com o astro Lionel Messi, que se recupera de uma lesão no joelho esquerdo. 

Contudo, ele não deverá ter problemas para escalar Sergio Agüero. O atacante do Manchester City havia trabalhado separado na terça-feira, mas ontem ele participou da movimentação e deve ser confirmado como titular.

Assim, Tata Martino continua com apenas uma dúvida no ataque: decidir o companheiro de Agüero e Di María. Apesar da expectativa da torcida argentina em ver Carlitos Tevez entre os titulares, o treinador já indicou que ele deverá começar a partida entre os reservas. O escolhido deverá ser entre Nicolás Gaitán, do Benfica, Ezequiel Lavezzi, do Paris Saint-Germain, ou ainda Ángel Correa, do Atlético de Madrid. 

Outros jogos. Na Colômbia, o técnico José Pékerman não poderá contar com James Rodríguez. O craque do Real Madrid e artilheiro da Copa de 2014 também se recupera de lesão - contusão muscular na coxa esquerda. Ele não joga hoje às 17h30, contra o Peru, em Barranquilla. Um dos seus possíveis substitutos, Macnelly Torres, também está machucado (rompeu os ligamentos do joelho direito). 

Na ausência dos principais articuladores, a opção do treinador para começar a partida é o meia Edwin Cardona, que vive boa fase no Monterrey, do México. Durante a semana, Pékerman testou seu meio-campo com Fredy Guarín (Internazionale), Carlos Sánchez (Aston Villa), Cardona e Juan Cuadrado (Juventus). No ataque, o astro Radamel Falcão, em má fase no Chelsea, deve começar no banco. Carlos Bacca (Milan) e Teófilo Gutierrez (Sporting) devem ser titulares - Jackson Martinez (Atlético de Madrid) corre por fora.

Outro país que sofrerá com ausências importantes é o Uruguai, que enfrenta a Bolívia às 17h em La Paz. Os atacantes Luis Suárez (Barcelona) e Edinson Cavani (PSG) continuam suspensos e estão fora. Cristhian Stuani e Abel Hernández entrarão no ataque. Em Caracas, a Venezuela recebe o Paraguai às 18h. O atacante Roque Santa Cruz, um dos principais jogadores paraguaios, está fora da partida. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.