Rodada de tensão na repescagem

A ameaça do descenso deixou os 12 clubes participantes da repescagem do Campeonato Paulista em estado de alerta. Cada rodada passa a ser decisiva mesmo quando ela é disputada numa data atípica, a Quarta-Feira de Cinzas. Para alguns times que venceram na primeira rodada, somar pontos pode significar um passo importante para se manter na elite do futebol paulista. Até mesmo a Portuguesa, rebaixada ano passado para a Série B do Brasileiro, corre risco. A derrota para a Ponte Preta, por 4 a 3, na primeira rodada deixou o time apavorado. A ordem é buscar a reabilitação em Jundiaí, às 20h30, contra o Paulista, outro time que também perdeu na rodada inicial diante do América, por 3 a 2. A principal atração será a estréia do técnico Luiz Carlos Ferreira, ex-Santo André, conhecido como Rei dos Acessos, contratado a peso de ouro - perto de R$ 200 mil - para livrar o time da Série A2. Em Campinas, Ponte Preta e Ituano buscam a segunda vitória, num jogo equilibrado e que promete ser de bom nível técnico. Os dois times não devem ter problemas para sair da situação incômoda que se encontram. Em Americana, o Rio Branco busca a primeira vitória diante do América, animado após a estréia vitoriosa do técnico Roberval Davino. A diretoria do Rio Branco tentou antecipar este jogo para as 18 horas para fugir da concorrência do clássico entre Corinthians e Palmeiras. Mas seus dirigentes não conseguiram fazer contato na Federação Paulista, fechada por causa do Carnaval. Em Araras acontece o confronto de dois times que também venceram na primeira rodada: União São João (1 a 0 na Internacional) x Marília (2 a 0 no Juventus). Situação crítica mesmo no duelo marcado para o Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, entre Botafogo e Internacional. Após a derrota por 3 a 1, em Mogi Mriim, o técnico Basílio exige uma reação do Botafogo, que terá pela frente um adversário fraco e cotado para ser rebaixado. À tarde, na Rua Javari, o Juventus tenta somar seu primeiro ponto. O time da Mooca perdeu os setes jogos que disputou. Seu adversário é o Mogi Mirim, animado com a estréia de Paulo Nunes e comandado por Cléber, ex-atacante da Portuguesa, que atravessa excelente momento. Classificação: Grupo 1 - 1) Mogi Mirim, Marília, América e Ituano - 3 pontos; 2) Portuguesa e Internacional - 0 ponto. Grupo 2 - 1) Ponte Preta e União São João - 3 pontos 2) Paulista, Rio Branco, Botafogo e Juventus - 0 ponto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.