Rodada do Brasileiro favorece o Santos

A quinta rodada do Campeonato Brasileiro recolocou o Santos na liderança, confirmou a nova fase do Corinthians e foi marcada pelas derrotas, fora de casa, de São Paulo e Palmeiras. O São Caetano também venceu, jogando em seu estádio contra o Flamengo. Os clubes cariocas, aliás, tiveram um desempenho negativo. Dos quatro representantes, apenas um, o Vasco, saiu de campo com a vitória. O maior beneficiado da rodada foi o Santos. Fez a sua parte, ao vencer o Atlético-MG por 3 a 0, e foi beneficiado pelas derrotas no sábado dos antigos líderes Fluminense (2 a 4 para o Coritiba) e Botafogo (0 a 4 para o Goiás). Assim, as três equipes ficaram com 12 pontos, mas o santistas têm melhor saldo de gols - 7, contra 4 do Flu e 2 do Botafogo. O São Paulo teve alguns desfalques, é fato, mas perdeu ótima oportunidade de ficar perto dos líderes ao levar 3 a 1 do Vasco em São Januário - foi a primeira vitória dos vascaínos dentro de campo. O Tricolor paulista ficou com 7 pontos e foi alcançado pelo Corinthians, que jogando no Pacaembu fez 2 a 1 no Figueirense. Foi a segunda vitória seguida dos corintianos, a segunda de virada. Vasco, Fortaleza (2 a 0 no Brasiliense) e Flamengo também estão no grupo dos times com 7 pontos. Se o Corinthians se recuperou, o Palmeiras perdeu de novo. Foi ao Mineirão e levou 2 a 0 do Cruzeiro. Permanece mal no Brasileiro, com 4 pontos, e em situação ainda mais delicada (não vence há 5 partidas, 3 pelo Brasileiro e 2 pela Libertadores) para o jogo decisivo de quarta-feira com o São Paulo, no Morumbi, pela competição sul-americana. Já o Cruzeiro subiu bem no Brasileiro. Com 10 pontos, está perto dos líderes e também do Juventude, 11 pontos e único invicto até agora, que no sábado fez 2 a 0 no Paysandu. O Internacional também evolui a cada rodada. Com os 3 a 1 sobre o Atlético-PR ontem, na Arena da Baixada, alcançou os 9 pontos, mesma pontuação do Coritiba. O São Caetano também melhorou um pouco sua campanha com o 1 a 0 sobre o Flamengo. Chegou aos 8 pontos, como o Goiás e a Ponte Preta, que ontem arrancou empate por 1 a 1 com o Paraná (6 pontos), em Curitiba. Além do Palmeiras, o Atlético-MG (também com 4 pontos) é a outra equipe considerada grande que ainda não engrenou no campeonato. Ambos ocupam posições próximas à zona de rebaixamento. Nesta zona estão hoje o Brasiliense e o Paysandu, 3 pontos cada, e o Figueirense, apenas 1 empate até agora. E também a grande decepção do campeonato, o lanterna Atlético-PR, que perdeu os 5 jogos que disputou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.