Flamengo/Site oficial
Flamengo/Site oficial

Rodrigo Caio crê em Flamengo forte no Brasileirão e prevê dificuldade na estreia

Jogador já disputou 142 partidas na competição ao longo de oito anos, todas pelo São Paulo

Redação, Estadão Conteúdo

26 de abril de 2019 | 12h42

Pela primeira vez em sua carreira, o zagueiro Rodrigo Caio disputará uma partida do Campeonato Brasileiro sem ser com a camisa do São Paulo. Depois de 142 partidas disputadas ao longo de oito edições da competição, de 2011 a 2018, o jogador vestirá o uniforme do Flamengo na partida contra o Cruzeiro, neste sábado, às 21 horas, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, e mostra confiança em uma boa campanha do time rubro-negro.

"Estou muito motivado para jogar esse Brasileiro pelo Flamengo. Nosso elenco é extremamente qualificado e iremos lutar com todas as forças pelo título. Sabemos que é um campeonato bem complicado e vários clubes têm condições de ganhar a taça, mas nosso grupo está focado e tenho certeza de que faremos uma excelente competição", projetou.

Comprovando a dificuldade do Brasileirão, o Flamengo irá encarar logo na primeira rodada o Cruzeiro, único clube invicto das Séries A e B do país em 2019. Para o zagueiro, é bom começar o campeonato contra uma equipe forte como a mineira.

"No Brasileiro não tem jogo fácil e nossa primeira partida já é um clássico nacional contra um dos melhores times do país. O Cruzeiro vem provando ano a ano toda a sua qualidade e ainda não perdeu em 2019. A gente respeita demais o time deles, que conta com ótimos jogadores e um grande treinador, mas estamos conscientes de que é importante começar o campeonato com uma vitória, ainda mais em cima de um dos concorrentes ao título", concluiu.

Na temporada de 2019, Rodrigo Caio atuou e foi titular em 18 dos 22 jogos oficiais do Flamengo e marcou um gol. O defensor ainda esteve em campo nos dois triunfos que garantiram ao clube o título da Flórida Cup, torneio de pré-temporada realizado em Orlando, nos Estados Unidos, em janeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.