Rubens Chiri/São Paulo
Rubens Chiri/São Paulo

Rodrigo Caio deixa o São Paulo e vai defender o Flamengo em 2019

Rubro-negro carioca anuncia contratação do zagueiro, que estava em baixa no tricolor

Redação, O Estado de S.Paulo

29 Dezembro 2018 | 18h41

Rodrigo Caio é o novo reforço do Flamengo. Neste sábado, o clube carioca anunciou a primeira contratação para a próxima temporada ao confirmar a chegada do zagueiro, de 25 anos, que estava no São Paulo. "É da Nação! Rodrigo Caio já está pronto pra honrar o manto", anunciou o time carioca em seu perfil no Twitter. 

A chegada de Rodrigo Caio ao Flamengo passou a ser dada como certa na manhã deste sábado, quando o zagueiro foi visto realizando exames médicos no Rio, além de ter conhecido a estrutura do clube na Gávea. E com os trâmites burocráticos resolvidos, pôde ser anunciado como reforço pelo time carioca. 

A contratação de Rodrigo Caio atende ao interesse do Flamengo em se reforçar com um zagueiro para a próxima temporada, especialmente após a saída de Réver, que se transferiu ao Atlético Mineiro. O clube havia buscado nomes como Dedé, do Cruzeiro, e Kannemann, do Grêmio, mas não teve êxito nessas negociações, ao contrário do que aconteceu com o ex-são-paulino. 

Formado nas divisões de base do São Paulo, Rodrigo Caio soma 277 jogos disputados e 13 gols marcados pelo clube. Mas o zagueiro perdeu espaço no clube em 2018, especialmente por ter sofrido uma lesão no pé esquerdo em abril, problema que, inclusive, encerrou as possibilidades e o sonho de disputar a Copa do Mundo da Rússia pela seleção brasileira.

Rodrigo Caio, de 25 anos, possui em seu currículo o título da Copa Sul-Americana de 2012, além de ter faturado a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016. Os detalhes financeiros da transação não foram revelados, mas as informações são de que o Flamengo vai desembolsar 5 milhões de euros (cerca de R$ 22 milhões) por 45% dos direitos econômicos do jogador.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.