Érico Leonan / saopaulofc.net
Érico Leonan / saopaulofc.net

Rodrigo Caio inicia tratamento; veja as opções de Aguirre para a posição

Zagueiro deve perder próximas duas partidas do São Paulo; tendência é que volte para decisão na Sul-Americana

O Estado de S. Paulo

24 de abril de 2018 | 13h59

O zagueiro Rodrigo Caio iniciou na manhã desta terça-feira (25) a recuperação no Reffis do São Paulo, após ter sofrido uma lesão no pé esquerdo durante o empate (0 a 0) com o Ceará, no último domingo, na Arena Castelão, em duelo válido pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

+ Já virou rotina: saída de zagueiro escancara bagunça no São Paulo

+ Confira mais notícias do São Paulo

+ Veja a tabela do Campeonato Brasileiro

A tendência é que ele perca no mínimo dois compromissos da equipe. O time volta a campo no domingo que vem, quando visita o Fluminense, no Maracanã. Depois, no sábado (5), recebe o Atlético-MG, no Morumbi. Se tudo correr bem, Rodrigo Caio estaria novamente à disposição de Aguirre para o segundo jogo contra o Rosario Central, pela Copa Sul-Americana, no dia 9 de maio, no estádio tricolor. Os times empataram sem gols no duelo de ida, na Argentina.

Sem o seu capitão, o técnico Diego Aguirre tem algumas alternativas para montar o sistema defensivo. Para a zaga, ele conta com Arboleda, Bruno Alves e Anderson Martins. Em tese, Arboleda e Bruno Alves formariam a dupla caso o treinador escale uma linha de quatro defensores, com dois beques e dois laterais. Já se optar pelo 3-4-3, como vem fazendo em algumas partidas, o uruguaio adicionaria a figura de Eder Militão pelo lado direito, centralizando o equatoriano Arboleda e empurrando Bruno Alves para o lado canhoto do campo.

Inicialmente, havia uma preocupação de que Rodrigo Caio pudesse ter sofrido uma fratura, em lance já na parte final da partida, quando torceu o pé. Saiu de campo para ser atendido, mas retornou, pois Aguirre já havia feito as três substituições possíveis. Ao apito final, o zagueiro desabou no gramado, chorando muito, e precisou sair amparado por médicos e companheiros de time.

Mesmo antes de retornar à capital paulista, o jogador começou o tratamento fisioterápico. Ao desembarcar em São Paulo, foi submetido a novo exame de imagem, que não apresentou lesões ligamentares ou de cartilagem. Na ressonância magnética, foram detectadas apenas alterações em decorrência da torção do pé, como edemas e um discreto edema ósseo.

Lembrando que Rodrigo Caio é candidato a fazer parte da lista do técnico Tite, que será divulgada dia 14 de maio, na qual vai relacionar o nome dos jogadores que vão disputar a Copa na Rússia. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.