Alex Silva/Estadão - 17/07/2012
Alex Silva/Estadão - 17/07/2012

Rodrigo Caio luta para aproveitar chance como titular no São Paulo

Confirmado contra o Guarani, volante de 19 anos vai fazer sua estreia na temporada

FERNANDO FARO, Agência Estado

08 de fevereiro de 2013 | 13h33

SÃO PAULO - Apontado como uma das boas apostas das categorias de base do São Paulo, Rodrigo Caio acredita que chegou sua hora de brilhar. O volante de 19 anos fará contra o Guarani, neste sábado, a sua estreia na temporada e espera que esse seja o primeiro passo para conquistar mais espaço no elenco e chegar, quem sabe, ao time titular.

Para isso, porém, ele precisará superar a forte dupla formada por Wellington e Denilson, que são titulares absolutos e inspiração para o garoto. Assim como Rodrigo Caio, os donos do setor de marcação foram formados no clube e agora gozam de prestígio com torcedores, comissão técnica e diretoria. Mesmo diante de tantos obstáculos, o jovem volante acredita que tem potencial e pode pleitear uma vaga na equipe.

"Venho treinando bem e forte e acho que, se mantiver esse ritmo, posso conseguir, mas, para isso, preciso ter mais oportunidades e saber aproveitá-las quando elas vierem. Com o decorrer dos jogos vou mostrar que tenho mais condições. Eu me espelho muito neles, são grandes jogadores e tiveram uma sequência juntos e fico feliz. Vou procurar meu espaço para um dia seguir os passos deles", afirmou Rodrigo Caio.

Uma prova do prestígio do garoto - que é frequentemente elogiado pelo presidente Juvenal Juvêncio - é o fato dele ter recebido a camisa 7 que foi de Lucas no ano passado. Sem a presença do volante Casemiro, emprestado para o Real Madrid, Rodrigo Caio agora quer ganhar mais chances e mostrar que está preparado para responsabilidades maiores.

"Amadureci muito, estou há quase dois anos no profissional e aprendi muitas coisas dentro e fora de campo. Preciso mostrar que tenho condições de ser titular e jogar com essa camisa e para isso só me preparando bastante. É isso que pretendo fazer", avisou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.