JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Rodrigo Caio sai em defesa de Cueva, mas avisa: 'Ele também tem que se ajudar'

Zagueiro comenta sobre a má fase do companheiro peruano, que pode ir para o banco de reservas contra a Ponte Preta

Estadao Conteudo

07 de setembro de 2017 | 17h47

O zagueiro Rodrigo Caio se reapresentou ao São Paulo nesta quinta-feira após acompanhar a seleção brasileira nos jogos contra Equador e Colômbia pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, que será na Rússia. Na entrevista coletiva, ele falou sobre a dificuldade que é conseguir jogar bem quando a fase é ruim.

Para exemplificar essa situação, ele falou sobre o meia Cueva. O jogador tem sido muito criticado por suas atuações pelo São Paulo. Mas ao mesmo tempo foi o principal destaque da seleção do Peru nas Eliminatórias. Ele marcou um golaço na vitória sobre a Bolívia por 2 a 1 e deu assistência para o gol de Hurtado, o segundo dos peruanos no triunfo sobre o Equador pelo mesmo placar.

"Quando o momento não é fácil, dificulta para que o jogador desempenhe seu melhor. Já passei por muitas coisas aqui. Ainda mais para ele (Cueva), que é o nosso camisa 10 e articula todas as nossas jogadas. Mas ele também sabe que tem de melhorar. A gente tenta ajudá-lo, mas ele também tem de que se ajudar, crescer, querer melhorar. Ele tem consciência disso. Esperamos que ele volte bem, focado, concentrado, e possa nos ajudar bastante", comentou.

Rodrigo Caio está confirmado para a partida contra a Ponte Preta neste sábado, às 19 horas, no estádio do Morumbi, na capital paulista, pela 23.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para este duelo, ele terá um novo companheiro de zaga, pois o equatoriano Arboleda, que vinha jogando, está suspenso.

O técnico Dorival Júnior ainda não confirmou o substituto. Mas, para o titular da zaga, independentemente do escolhido, o setor defensivo estará entrosado para o duelo do final de semana. "O Dorival sempre procura rodar a equipe nos treinos que faz, então já trabalhei bastante com todos os zagueiros. Treinei com o Bruno Alves, com o Lugano, com Militão, Aderllan, isso aí não vai ser problema nenhum, a gente já se conhece e sabemos a forma que cada um joga, além de conversarmos bastante em campo para procurar o melhor entrosamento", analisou Rodrigo Caio.

O São Paulo é o 19.º e penúltimo colocado na tabela de classificação no Brasileirão. Somou apenas 23 pontos em 22 jogos e está a dois de deixar a zona de rebaixamento. A Ponte Preta tem 27 e está em 13.º lugar.

"A confiança nos jogadores que nós temos é o fator principal da equipe. Confio muito nos jogadores que temos, sabemos das dificuldades e que vivemos uma situação difícil, mas temos condições de reverter. Não estamos conseguindo vencer e é uma preocupação, mas vamos entrar em campo sábado com um único pensamento, que é a vitória", concluiu Rodrigo Caio.

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.